Urbana apresenta em audiência pública nova proposta de licitação para coleta do lixo de Natal

Na oportunidade, será apresentado o projeto básico da proposta com a indicação dos serviços, de orçamentos e metodologia da disputa do certame licitatório adotado

 

A Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana) retoma nesta terça-feira (9) o processo de elaboração da nova proposta de licitação para a coleta dos resíduos sólidos do Município com a realização de uma audiência pública, às 9 horas, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Rio Grande do Norte (OAB-RN). Na oportunidade, será apresentado o projeto básico da proposta com a indicação dos serviços, de orçamentos e metodologia da disputa do certame licitatório adotado. Poderão participar da audiência representantes da sociedade civil organizada, instituições privadas, membros de organizações não governamentais e sindicalistas do setor de limpeza urbana.

 

O diretor jurídico da Urbana, Leonardo Pereira, destacou a importância dessa audiência pública para a lisura de todo o processo com a participação de toda a sociedade que terá a oportunidade de discutir e aprimorar ainda mais a proposta apresentada pela Companhia de Serviços Urbanos de Natal. A audiência desta terça-feira é o primeiro passo para a formalização da proposta final da licitação do lixo da capital potiguar. As sugestões que surgirem e forem aprovadas nessa discussão serão acrescidas ao projeto final que será apresentado no dia 30 de setembro, em uma segunda audiência pública.

 

Leonardo Pereira disse ainda que a companhia aproveitou quase toda a base da proposta aprovada pelo Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte (TCE/RN), fazendo poucas modificações no teor do documento. “Naquela proposta havia serviços relacionados à Copa do Mundo e salários referentes ao ano de 2013. Como estamos em uma nova realidade, tivemos que fazer essas mudanças”, explicou. Ele adiantou também que a equipe técnica do órgão verificou a necessidade da indicação de novos serviços na cidade, como a limpeza de vielas e ruas de menor porte, acrescentando-os ao projeto básico que será apresentado nesta terça.

 

O sistema de licitação seguirá os mesmos moldes do anterior, com a divisão dos serviços em três lotes. O primeiro dos lotes contemplará as regiões Norte e Oeste. As regiões Sul e Leste ficam no segundo lote e o terceiro ficará com a aquisição de equipamentos e a administração da estação de transbordo. Com esse novo modelo, a Companhia de Serviços Urbanos de Natal vai atender a 100% da área da capital potiguar e aumentar a eficácia e a eficiência do serviço. O estudo também prevê que o pagamento das empresas não será mais feito por peso coletado, mas sim pelo serviço prestado, para melhorar o sistema de fiscalização, todos os veículos e equipamentos terão um GPS integrado.

 

(Fonte: Portal no Ar)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!