UFU lança edital de licitação para reinício das obras em Patos de Minas

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) divulgou o edital de licitação para empresa que retomará a construção do campus em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. O bloco denominado 1APM será construído na região dos 30 Paus, em um terreno de 30 hectares. O edital será fechado no dia 29 de setembro e empresa nomeada deverá realizar a execução completa da infraestrutura do prédio, com todas as suas dependências.

A abertura dos envelopes será feita pela Diretoria de Infraestrutura e as empresas interessadas deverão entregar os documentos necessários para a inscrição. O reitor da UFU, Elmiro Resende, crê que o campus ficará pronto em cerca de dois anos. “É um prédio muito grande. O primeiro é sempre o mais demorado, tendo em conta o problema da rampa de acesso e várias outras questões”, disse.

Na última terça-feira (25), para discutir a respeito da liberação das obras do bloco 1APM, o reitor esteve em reunião com o secretário de Educação Superior (Sesu), Jesualdo Pereira, em Brasília.

Enquanto o bloco não é concluído, partes das atividades da universidade estão sendo realizadas no edifício Palácio de Cristal. Em 2014, o prédio passou por adaptações, onde foram construídos Biblioteca, salas de professores, Centro de Tecnologia da Informação (CTI), almoxarifado, Prefeitura Universitária, assistência social e psicológica. Outras partes das atividades ocorrem na Unipam.
Para esclarecer a respeito da situação e andamento da obra, o G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da UFU. Mas o reitor, Elmiro Resende, não estava disponível no momento.

Entenda o caso

A instalação do campus em Patos de Minas foi parada em junho de 2012, quando a Justiça Federal determinou a suspensão da obra. Segundo a ação proposta pelo Ministério Público Federal (MPF), a doação do antigo terreno foi feita de forma irregular. Na acusação de agosto de 2012, dizia que o terreno pertencia à familiares da antiga prefeita Béia Savassi.

Em outra ação, em dezembro 2012, acusava que entre os vários fatos que evidenciaram condutas ilegais durante a escolha do terreno, o destaque é que as empresas da prefeita e dos familiares compraram outros lotes vizinhos ao local, onde seria a construção do campus antes de oficializar a doação do terreno.

O novo terreno na região dos 30 Paus foi confirmado em maio de 2014, pela Comissão de Licitação da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). A doação foi feita por Maria Teresa de Castro Alves Neves.

Fonte: G1

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!