Supel economiza R$ 22 milhões em pregão eletrônico

Concluído na última quarta-feira, 05, o processo licitatório de número 487/2014, estimado em R$ 36 milhões para registro de preço de medicamentos e material pencil é considerado um marco para a Superintendência Estadual de Licitação (Supel). Concluído em um prazo de 81 dias, o pregão eletrônico possibilitou a economia de 62,99%, cerca de R$ 22 milhões em relação a tabela da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), do Ministério da Saúde.

 

“Nós conseguimos comprar medicamentos que estavam licitados em R$ 36 milhões por R$ 13.280.587,00. Esta foi a maior aquisição do ano de medicamentos e material pencil como agulha para punção, bulbo para lâmina de laringoscópio, bucal tubete descartável, além de outros que irão abastecer o Estado durante o próximo ano”, explica Márcio Rogério Gabriel, Superintendente da Supel.

 

Certame

Foram 49 empresas participantes  do certame licitatório, destas sagraram-se vencedoras 19 empresas, das quais cinco são rondonienses e 14 de outros Estados. As empresas de Rondônia venceram R$ 7.381.924,00 e as outras 14 ficaram com o montante de R$ 5.898.652,32. “Essa proporcionalidade demonstra o bom nível e qualidade competitiva das empresas do nosso Estado principalmente neste segmento que é dominado por grandes indústrias farmacêuticas”, afirma o Superintendente.

 

Rondônia vem comprando como os grandes Estados, adquirindo volume com economia, mas para isto foi necessária a prática com ampliação da participação das empresas e o pagamento dos fornecedores em dia, o que dá uma transparência e confiança do mercado em quem compra. De acordo com Márcio Rogério esta é uma das compras, foi a maior, porém não é a única e todo este material tem previsão para seu consumo.

 

Lisura

O processo foi acompanhado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RO) e de acordo com parecer emitido pelo órgão na decisão monocrática 164/2014 GCPCN, assinada pelo Conselheiro designado para a Saúde, Paulo Cury Neto a pesquisa de preço utilizou interessante ferramenta disponível no portal  ComprasNet. Sistema assinado pela Supel e implementado pela atual gestão.

 

Ainda em parecer o TCE afirma que o processo contou com a referencia de preços de empresas sediadas tanto em Rondônia como em outros Estados, o que pela própria ampliação do universo de consulta se revela referencia muito mais confiável.

Estudo de caso

 

Os números revelados nesta transação financeira são espetaculares e por serem tão chamativos serão estudados mais profundamente. “Vejo diariamente números relevantes para a economia do Estado, mas não tão expressivos quanto os revelados neste processo, o que achei tão surpreendente e pretendo transformar em artigo científico”, ressalta Márcio Rogério que  atualmente cursa doutorado em Ciências Políticas.

 

Através de ações semelhantes se pode perceber que a administração publica estadual está se especializando. “Há uma preocupação do Poder Executivo em capacitar e profissionalizar a gestão, modernizando a máquina publica e dotando-a de pessoal qualificado.

 

Nomeados

Também no dia 05, o Governo publicou no Diário Oficial do Estado a nomeação de mais dez candidatos aprovados no último concurso atende uma demanda da Supel que nunca teve uma equipe própria para cuidar da secretaria, pois até então os servidores eram oriundos de outra pasta.

 

Um dos benefícios proporcionados é a possibilidade dos servidores se especializarem. “Com esta segurança é possível investir em capacitação, e caso haja uma eventual troca politica estes servidores permanecem. Aqui na Supel não era assim e a cada nova gestão vinham novos técnicos que por vezes necessitavam aprender todos os trâmites”, explica o Superintendente.

 

Os aprovados possuem 30 dias para apresentar os documentos e tomar posse dos respectivos cargos. Uma capacitação será agendada com a Escola do Tribunal de contas para que esse pessoal nomeado já venha com qualificação.

 

(Fonte: Rondonia Dinamica)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!