Sumaré anuncia abertura de licitação para a construção da nova ETEC

A prefeita de Sumaré, Cristina Carrara, anunciou na última sexta-feira, 20 de março, a publicação do edital de abertura de licitação para a construção da nova ETEC (Escola Técnica Estadual) de Sumaré. A nova escola pública profissionalizante, que vai oferecer cursos gratuitos para jovens de toda a cidade, será construída e operada pelo Centro Paula Souza, em um terreno de 10,1 mil metros quadrados doados ano passado pela Prefeitura ao Governo do Estado.

 

O compromisso de destinar os recursos para a obra, estimados atualmente em R$ 10,2 milhões, havia sido anunciado em 2013 à prefeita, pessoalmente, pelo governador Geraldo Alckmin.

 

O aviso de abertura de licitação para construção da futura ETEC de Sumaré foi publicado pela Paula Souza nesta sexta-feira, 20 de março, no Diário Oficial do Estado de São Paulo. A empresa vencedora do processo licitatório será conhecida em 29 de abril. A previsão é que as obras comecem em julho e as aulas, já em 2017, oferecendo inicialmente os cursos técnicos profissionalizantes gratuitos Meio Ambiente, Logística e Eletrônica, além do Ensino Técnico integrado ao Ensino Médio – de forma a atender demandas por mão de obra capacitada para o perfil das empresas locais e da região.

 

O local vai contar com bloco administrativo e pedagógico, ginásio de esportes com vestiário, cantina e portaria, capacidade para atender cerca de 1.000 alunos em cursos técnicos diurnos e noturnos e também com o Ensino Médio diurno – de forma que parte dos alunos do diurno seja atendida em período integral. Serão até 12 classes de 40 alunos por período.

 

“A publicação do edital da nova ETEC é uma das melhoras notícias para Sumaré neste ano. É uma obra extremamente importante para nossos jovens, num momento em que a cidade e a região ganham novas empresas que utilizam alta tecnologia e demandam profissionais cada vez melhor qualificados. É uma área na qual a cidade ainda é carente, então estamos comemorando esta conquista”, afirmou a prefeita Cristina Carrara.

 

Ela também agradeceu o governador “por tornar realidade este importante investimento na cidade”, bem como a “extremamente eficiente condução do Centro Paula Souza pela Laura Laganá, uma mulher preocupada com a qualificação dos nossos jovens”.

 

“A ETEC de Sumaré foi obtida graças ao nosso empenho e à sensibilidade do governador Geraldo Alckmin. Estamos concretizando, graças a esta parceria, algo que estava apenas no campo da promessa. A Escola Técnica vai beneficiar milhares de jovens da nossa cidade, que terão acesso a uma Educação Profissionalizante com a qualidade do Centro Paula Souza, garantindo boas oportunidades de trabalho durante toda a carreira – porque profissionais bem formados sempre vão ocupar as melhores vagas, tanto nas empresas da cidade quanto da região”, completou a prefeita Cristina Carrara.

 

DEMOLIÇÃO E LIMPEZA

Antes do início das obras, a Prefeitura deve “liberar” o terreno para a Paula Souza. Por isso, o antigo local onde funcionava o prédio do SESI, no Jardim Luiz Cia, na Região de Nova Veneza, começou a ser completamente demolido semana passada pela secretaria de Serviços Públicos. A estrutura principal veio abaixo nesta sexta-feira, dia 20 de março. Esta é uma das condições para que o Governo do Estado inicie a construção da Escola Técnica no local.

 

LOCAL

A construção da ETEC Sumaré foi garantida em 29 de agosto de 2013, quando a prefeita sancionou a Lei Municipal nº 5.520, de sua própria autoria e aprovada pela maioria dos vereadores, que realizou os ajustes necessários na legislação anterior que autorizava a doação do terreno de 10.119 metros quadrados – onde ficava o prédio do antigo SESI Sumaré, no Jardim Luiz Cia, Distrito de Nova Veneza.

 

O procedimento administrativo interno que culminou no termo de doação foi iniciado também em 2013 pela atual gestão, por meio do Setor de Convênios, junto à Divisão de Gestão Imobiliária do Centro Paula Souza.

 

Finalmente, a prefeita Cristina Carrara assinou em junho de 2014 a escritura da doação da área pública municipal ao Centro Paula Souza para a construção da nova ETEC de Sumaré, viabilizada por meio de parceria da Administração Municipal com o órgão do Governo do Estado.

 

Há 216 ETECs atualmente, em 159 municípios paulistas, e Sumaré é uma das únicas cidades paulistas com 200 mil habitantes ou mais que ainda não contavam com uma Escola Técnica.

 

SEM DENGUE

A equipe de Controle e Prevenção à Dengue da Secretaria de Saúde de Sumaré realizou a mais recente vistoria ao terreno do antigo prédio do SESI no dia 5 de março, quando não foram identificados focos do mosquito transmissor da doença neste imóvel. Na ocasião, houve aplicação de larvicida, medida que se repete a cada 15 dias. A nebulização do terreno também já está prevista e acontecerá assim que todo o entulho for retirado do local. A Administração Regional de Nova Veneza colabora com as ações de prevenção à Dengue, realizando vistorias diárias ao terreno, identificando e eliminando possíveis focos.

 

(Fonte: Portal Novidade)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!