Sonangol abre balcão para atender empresas candidatas a blocos petrolíferos em Angola

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) abriu um balcão de atendimento às empresas pré-qualificadas para o leilão de dez poços petrolíferos em terra nas bacias do Baixo Congo e do rio Cuanza, anunciou a estatal em comunicado.

 

O balcão é integrado por técnicos de diferentes áreas da Sonangol e tem por objectivo atender às solicitações das empresas pré-qualificadas no decorrer do processo designado Licitações 2014/2015, de acordo com o comunicado divulgado sexta-feira em Luanda.

 

O balcão, que funciona no edifício da Sonangol, em Luanda, está aberto entre os dias 24 de Agosto e 18 de Setembro, data-limite fixada em Julho para apresentação das propostas de licitação pelas 48 empresas pré-qualificadas em Abril.

 

A lista das 85 empresas pré-qualificadas para a licitação de dez novos blocos petrolíferos inclui empresas detidas ou participadas por capitais da Sonangol, a Sinopec (consórcio entre as companhias estatais angolana e chinesa), a Somoil e o Grupo Gema.

 

A Sonangol, Sinopec e a Somoil procuram obter licenças de operadores – empresas às quais cabe a liderança dos projectos, enquanto o Grupo Gema qualifica-se como não operador.

 

As empresas portuguesas Galp Energia e Partex, a italiana ENI, a norte-americana Chevron e a colombiana Ecopetrol também concorrem para licenças de operador, enquanto a brasileira Petrobras procura uma de não-operador depois da pré-qualificação.

 

A licitação é feita em leilão, no qual são oferecidos blocos para a exploração de petróleo nas bacias terrestres dos rios Cuanza (sete) e Congo (três), devendo os resultados ser anunciados dia 21 de Setembro. (Macauhub/AO/BR/CN/PT)

 

(Fonte: Macauhub)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!