Sesau realiza segunda fase de licitação com pregão eletrônico

Esta é a primeira vez que o Estado assume o controle total da nutrição enteral.

Técnicos da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) encerraram nesta quarta-feira,15, a segunda etapa de licitação de produtos para a nutrição enteral – terapia que possui um conjunto de procedimentos terapêuticos empregados para manutenção ou recuperação do estado nutricional utilizado para melhor atender às necessidades nutricionais dos pacientes.

Todo o processo licitatório e pregão eletrônico estão sendo realizados em entendimento com o Ministério Público (MP) e Tribunal de Contas do Estado (TCE), e cinco empresas estão na disputa, afirmam técnicos da Sesau.

No total, estima-se um investimento de R$ 13 milhões na aquisição de produtos. De acordo com o secretário adjunto Luis Eduardo Maiorquin, a medida faz parte do programa de reestruturação do setor de Saúde implantado pelo governador Confúcio Moura.

Esta é a primeira vez que o Estado assume o controle total da nutrição enteral. Antes, segundo Maiorquin, o serviço era terceirizado e já não atendia à demanda dos pacientes. Com a mudança, em pouco tempo, o Estado espera ter uma economia grande, além de melhorar e padronizar a nutrição enteral para pacientes atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Rondônia.

Segundo o secretário estadual de Saúde Williames Pimentel, além da economia e do avanço da qualidade dos serviços prestados pela Sesau, o Estado, através do governador Confúcio Moura, está dando ao paciente mais cidadania, respeito e calor humano, já que partir de agora, a Saúde vai assumir esse serviço que era terceirizado.

Pimentel explica que a terapia nutricional deve ser supervisionada por uma equipe de profissionais com conhecimento e treinamento adequados para identificar e controlar possíveis complicações. Devem ser estabelecidas diretrizes e boas práticas de indicação, prescrição, preparo e administração da terapia nutricional para prevenir e evitar possíveis complicações relacionadas a ela, por isso a preocupação da Sesau em ficar no controle deste procedimento, relata o secretário.

Com a mudança, os profissionais de saúde vão passar a contar com a garantia da nutrição completa e apropriada, maior segurança e menores custos, afirma Pimentel.

(Fonte: Rondonia Dinamica)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!