Sem usina, Prefeitura abrirá mais duas licitações para iniciar tapa-buraco

Só se sabe a profundidade do buraco quem cai nele. A frase, que pode ser empregada em vários contextos, vale também para aqueles que precisam transitar pelas vias de Guarujá – seja diariamente ou esporadicamente, como na temporada de verão. Isso em razão dos desníveis existentes nas ruas asfaltadas da cidade que, há mais de três meses está sem reparo. A Usina de Asfalto, inclusive, está fechada por questões de segurança.

Conforme A Tribuna On-line noticiou na última semana, nesta terça-feira seriam abertas as propostas para a contratação de uma empresa responsável pela emulsão (mistura) asfáltica, conforme informou a Prefeitura da cidade. Isso foi feito, mas a vencedora do certame não foi divulgada. A promessa era de que, caso não houvesse recurso do resultado, a nova companhia teria que iniciar os trabalhos em até 15 dias.

No entanto, conforme novo posicionamento oficial, para que o serviço de tapa-buracos seja iniciado ainda será preciso aguardar o resultado de outras duas licitações, que ainda estão em fase de elaboração. Uma é para a compra de material para aplicação de massa asfáltica quente (para operação tapa-buraco) e outra para a execução do serviço (mão de obra) de colocação de massa asfáltica fria.

Ainda de acordo com a Secretaria de Infraestrutura e Obras de Guarujá, o edital está sendo elaborado e devem ser lançados “nos próximos dias”. Em nota, a pasta esclarece que “vencida a burocracia legal, que é comum a concorrências públicas desta natureza, a empresa ganhadora do certame terá no máximo quinze dias para iniciar os trabalhos”. Portanto, conforme histórico licitatório (que dura em torno de três meses), o verão chegará, mas o asfalto não.

Gugu reclama

O apresentador Gugu Liberato usou a rede social Instagram na noite desta segunda-feira para demonstrar sua indignação com os buracos das ruas de Guarujá. “O Guarujá está assim. E o verão chegando…”, criticou o apresentador. Postagem do apresentador ganhou repercusão nacional e teve mais de 100 comentários de internautas comentando sobre a situação na cidade, até esta tarde

(Fonte: De A Tribuna On-line)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!