SEM ESTRUTURA, PREFEITURA DE PG LICITA ‘TAPA-BURACOS’

Prefeitura de Ponta Grossa abre licitação de R$ 2,2 milhões para driblar precariedade do Parque de Máquinas e impulsionar ‘Operação Tapa-Buracos’ no próximo ano

 

Para driblar a falta de equipamentos no Parque de Máquinas e dar celeridade à ‘Operação Tapa-buracos’, a Prefeitura de Ponta Grossa pretende gastar mais de R$ 2 milhões na terceirização dos reparos nas ruas do município. A licitação dos ‘serviços de conservação rotineira de pavimento’ será definida no início de dezembro e vai garantir a continuidade da tapa-buracos ao longo de 2016.

 

Segundo edital publicado pela Prefeitura, a empresa vencedora será responsável pela conservação de aproximadamente 500 km da malha viária de Ponta Grossa durante um ano. Em contrapartida, o Governo Municipal pagará cerca de R$ 180 mil por mês e deverá fiscalizar os serviços contratados.

 

Para a contratação, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos exige pelo menos 35 equipamentos às empresas interessadas na licitação. A intenção é evitar a morosidade dos trabalhos da Prefeitura, que possui quase metade do maquinário inutilizável, no próximo ano. O valor máximo da concorrência é de R$ 2,2 milhões.

 

O secretário de Obras Alessandro Lozza diz que, mesmo com a terceirização, a Prefeitura vai continuar as operações com maquinário próprio. “Esta licitação é para um trabalho de tapa-buraco mais complexo, que a gente não tem como fazer na cidade por falta de equipamentos. Ela vai apenas nos auxiliar. A prefeitura não vai deixar de fazer a Operação Tapa-buracos. Vamos fazer em paralelo aos serviços contratados para atender melhor a população”, afirma.

 

No edital da concorrência, o governo listou 15 causas da deterioração do asfalto e apontou soluções que deverão ser executadas pela empresa. De acordo com a Secretaria de Obras, entre os principais problemas na malha viária municipal, estão o afundamento do revestimento, elevação da capa asfáltica, ondulações no pavimento e a drenagem inadequada das vias de Ponta Grossa.

 

TAPA-BURACOS
Operação deve atender 245 vilas
Conforme previsão da Secretaria de Obras e Serviços Públicos de Ponta Grossa, os serviços de conservação no asfalto deverão abranger 245 vilas em nove regiões da cidade em 2016. Entre as localidades listadas pela Prefeitura estão o Cará-Cará, Jardim Alto Alegre, Jardim Europa, 31 de Março, Rio Verde, Monteiro Lobato e Núcleo Pimentel. Com a licitação de R$ 2,2 milhões, o Governo Municipal espera aumentar o ritmo das obras. Sem estrutura e com o Parque de Máquinas precário, a Prefeitura de Ponta Grossa conseguiu atender pouco mais de 8 mil metros quadrados de tapa-buracos em 2013.

 

(Fonte: A Rede)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!