Secretário anuncia retomada das obras

Após um período de atraso, o secretário estadual de Transporte e Pavimentação Urbana (Setpu), Cinésio Nunes, anunciou a retomada das obras de conclusão da MT-040, rodovia estadual ligando as cidades de Rondonópolis e Cuiabá, através do Pantanal, servindo como alternativa à BR-364. O anúncio foi feito neste sábado (13/09) pelo secretário, durante visita à sede do Jornal A TRIBUNA, ocasião em que também deu esclarecimentos sobre essas obras ao presidente do Comitê Pró-Rodovias, Elmo Bertinetti.

 

Cinésio Nunes informou que as obras estão iniciando em três dos quatro lotes em que foram divididos os 77 quilômetros restantes da MT-040. Nesse sentido, repassa que a empreiteira Cavalca já está no trecho e retomou os serviços no lote 04; a Encomind está com equipamentos no trecho e deve iniciar os serviços no lote 03 nesta semana; e, por sua vez, a Agrimat está enviando seu maquinário para o trecho, com expectativa de iniciar os trabalhos no lote 02 também a partir desta semana.

 

Na visita ao A TRIBUNA, o secretário explicou os motivos do atraso para retomada das obras de conclusão da MT-040 neste ano. Ele lembra que, assim como ocorreu na MT-040, ocorreram algumas dificuldades no programa “MT Integrado”, de onde provêm os recursos para sua execução. Em um primeiro momento, diz que foi aprovado um lote com 20 contratos de obras, a exemplo da Rodovia do Leite na nossa região. Ele informa que outro lote, com mais 25 contratos, incluindo os projetos da MT-040, passou a ter dificuldade com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que passou a ser mais rígido na parte ambiental.

 

Com isso, Cinésio explica que o Governo do Estado teve de reformular o licenciamento ambiental referente aos lotes restantes da MT-040. Resolvido esse problema há cerca de 60 dias, pontua que foram necessários mais 30 dias aguardando uma parcela financeira do BNDES. Agora diz que os valores atrasados foram liquidados, inclusive pagando à Cavalca cerca de R$ 5 milhões quanto a serviços executados. Além disso, justificou que a mobilização das empreiteiras para a retomada das obras não ocorre de uma hora para outra, em função dos muitos compromissos assumidos pelas mesmas.

 

Nesse período de entraves, Cinésio destacou o importante trabalho de cobrança desenvolvimento pelo Comitê Pró-Rodovias, através das pessoas do médico Elmo Bertinetti e do empresário Samuel Logrado (Jornal A TRIBUNA). O secretário reconheceu ainda que o papel do Comitê Pró-Rodovias e do Jornal A TRIBUNA foram fundamentais para concretização do compromisso do governador Silval Barbosa em incluir as obras da MT-040 no programa “MT Integrado” e viabilizar o projeto.
Com a garantia da retomada das obras nesses três lotes, o secretário externou que a expectativa é que haja um avanço na execução dos serviços em 2014, sendo possível concluir nesses trechos os serviços de drenagem e de terraplenagem, o que possibilitaria condições de trafegabilidade aos usuários. Ele adiantou que a conclusão da MT-040 será possível apenas em 2015, uma vez que o período chuvoso inicia neste fim de ano. Mesmo assim, tranquilizou a sociedade de que essa rodovia é uma certeza, independente do próximo governo que assumir, pois os recursos e procedimentos para tal estão todos encaminhados.

 

Ao acompanhar as palavras do secretário, o presidente do Comitê Pró-Rodovias, Elmo Bertinetti, reforçou que se trata de uma notícia muito otimista. Apesar do atraso, externou que a intenção da sociedade é que a obra realmente se concretize, pois será de uma utilidade muito grande. “No dia que eu perder a esperança e a fé, estou morto. Está escrito na minha testa: MT-040! Aonde vou as pessoas me perguntam sobre a rodovia”, observou ele ao A TRIBUNA. O secretário, por sua vez, reforçou que a 040 será a primeira estrada parque de Mato Grosso.

 

 

Os quatro lotes do trecho restante da MT-040 estão orçados em cerca de R$ 85 milhões (veja mais sobre o lote 1 no box).

Último lote pendente também está sendo resolvido

 

Além dos três lotes com obras de reinício garantidas para agora, Cinésio Nunes explicou as providências para o último lote pendente para a conclusão da MT-040, no caso o lote 1, próximo a Mimoso, no qual uma nova licitação teve de ser providenciada, já que a utilização de recursos do Prodetur não foi possível.

 

Cinésio informou que a nova licitação do lote 1 teve a empresa EBC como vencedora. Este lote está orçado em cerca de R$ 24 milhões e foram liberados cerca de R$ 4,8 milhões. Os recursos serão advindos do Ministério do Turismo. O começo das obras, segundo o secretário, depende agora da autorização da Caixa Econômica Federal para emitir a ordem de serviço.

 

(Fonte: A Tribuna MT)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!