SAEC Abre Licitações para Infra-estrutura de Novos Conjuntos Habitacionais

Superintendente acredita que haja tempo para conclusão até entrega das casas

 

A Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva (SAEC) abriu duas licitações destinadas às obras de infra-estrutura em saneamento básico para os novos bairros construídos nas proximidades do Jardim Imperial. Atualmente dois novos conjuntos habitacionais estão em obras no local compreendendo mais de 1,5 mil casas e outro bairro já está em vias de liberação para obras e deve resultar em mais 1,6 mil moradias naquela região.

 

De acordo com o superintendente da SAEC, César de Jesus Morasca, os investimentos que serão realizados pela autarquia nos novos bairros entre ligações de água e esgoto somam em torno de R$ 3 milhões.

 

A abertura das licitações foi publicada no Imprensa Oficial do Município neste final de semana e se destinam a contratar empresa especializada para fornecimento de conjuntos de bombas submersíveis para a estação elevatória de esgoto e a segunda para a contratação de empresa especializada para a construção e implantação da estação elevatória dos bairros.
A abertura das propostas das empresas interessadas na construção da elevatória que deve custar em torno de R$ 360 mil está agendada para o dia 4 de novembro e a obra tem prazo determinado em edital de 120 dias corridos a ser contados da expedição da ordem de serviço. A contratação adotará o sistema de empreitada por preço unitário.

 

Já a compra das bombas deve ter abertura de propostas ainda neste mês, dia 30, em licitação da modalidade pregão presencial que contemplará a empresa habilitada que oferecer o menor preço global. De acordo com o edital, para duas bombas a SAEC pagará, no máximo, R$ 106 mil.

 

Além da estação elevatória, a Superintendência de Água e Esgoto deverá realizar a interligação do sistemas de água e esgoto das casas à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) a à rede pública de abastecimento de água.

 

Apesar da estimativa de entrega das casas dos bairros Nova Catanduva I e Vida Nova Catanduva antes do prazo, entre abril e maio, Morasca acredita que as obras serão concluídas a tempo.

 

“Vai dar tempo sim, com certeza de contratarmos e executar as obras necessárias que somarão juntas cerca de R$ 3 milhões”, declarou o superintendente.

(Fonte: O regional)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!