Ruas de Palmas terão 190 novos radares eletrônicos

Prefeitura de Palmas publicou edital de licitação para aquisição de equipamentos de fiscalização automática nas ruas e avenidas da Capital; Secretaria de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte da Capital deverá investir R$ 40,2 milhões na aquisição de 190 radares fixos, mistos, estáticos, barreiras eletrônicas, talonário eletrônico e câmeras de monitoramento; equipamentos serão espalhados em todas as regiões da cidade; gestão do prefeito Carlos Amastha (PP) pretende “modernizar o gerenciamento do trânsito” e reduzir número de acidentes

 

Infrações de trânsito como excesso de velocidade, atravessar o sinal vermelho, parar em faixa de pedestres, transitar com veículos não autorizados em faixas exclusivas terão sua fiscalização intensificada nas ruas de Palmas.

 

A Prefeitura da Capital publicou edital de licitação para contratar um serviço de monitoramento e fiscalização automática de trânsito, processamento de infrações detectadas, além do fornecimento de dados de tráfego com equipamentos de fiscalização automática de trânsito que incluem radares fixos, mistos, estáticos, barreiras eletrônicas, talonário eletrônico e câmeras de monitoramento.

 

A Secretaria de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte da Capital deverá investir R$ 40,2 milhões na aquisição de 190 radares eletrônicos, que serão espalhados em todas as regiões da cidade. O custo mensal dos novos equipamentos ficará em torno de R$ 1,3 milhão.

 

Para a secretaria, o novo sistema de fiscalização eletrônica busca “a modernização do sistema de gerenciamento de trânsito, contemplando a automação da fiscalização de forma ostensiva, coibindo assim, os abusos registrados ao longo dos anos passados no que tange ao cometimento de infração, a inadimplência e ao furto de veículos”.

 

Para justificar o investimento, a gestão do prefeito Carlos Amastha (PP) lembrou que em 2012 foram 2.980 acidentes em Palmas, dos quais 1.527 com motocicletas e 1.154 com automóvies. Entre o primeiro trimestre de 2011 e o primeiro trimestre de 2013, primeiro ano da gestão Amastha, houve redução na aplicação de multas que de 9.320 no primeiro trimestre de 2011 para 4.593 no primeiro trimestre de 2013.

 

A escolha do vencedor da licitação será no dia 2 de fevereiro, às 9 horas, na sala de Reuniões da Superintendência de Compras e Licitações do Previpalmas, na quadra 802 Sul. Será escolhido aquele que oferecer o menor preço global pelos serviços. (Com informações do Portal CT)

 

(Fonte: Brasil 247)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!