RJ pretende investir R$ 90 milhões em câmeras de segurança até 2014

A Secretaria de Segurança vai ampliar o sistema de videomonitoramento urbano, que atingirá o total de 450 câmeras instaladas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Será realizada no dia 3 de abril uma licitação milionária para contratar uma empresa especializada, que ficará responsável pela adequação, expansão e manutenção do sistema. O custo estimado no edital – contabilizando todos os itens – é de mais de R$ 90,5 milhões. Considerando as 578 câmeras Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio), instaladas na capital fluminense, as autoridades terão 1.028 “olhos” espalhados pela região até a Copa de 2014.

Atualmente, o sistema já conta com 392 câmeras que começaram a ser instaladas em 2006. As outras 58 serão instaladas em áreas de 26 batalhões da Polícia Militar nas zonas Norte, Sul, Oeste, Centro, na Baixada Fluminense e São Gonçalo, na Região Metropolitana.

De acordo com o subsecretário de Tecnologia da Secretaria de Segurança, Edval Novaes, a escolha dos locais segue o critério da mancha criminal, ou seja, áreas onde são mais altos os índices de criminalidade. Além disso, há pontos específicos que devem ser monitorados por exigência da Fifa e do Comitê Organizador dos Jogos Olímpícos.

“Os comitês exigem que alguns pontos sejam cobertos como Maracanã e o entorno, aeroportos, complexo hoteleiro, locais de treino dos atletas e vias de deslocamento”, explicou Novaes, acrescentando que câmeras já instaladas também podem ser mudadas de local e que a polícia pode solicitar também imagens da Cet-Rio.

 

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!