Resultado de licitação do Plano do Pilar sai nesta sexta

Sai nesta sexta-feira, 11, o resultado da licitação do Plano Inclinado Pilar, que faz a ligação entre o Comércio e a região de Santo Antônio Além do Carmo.

 

A escolha definirá a empresa responsável pela requalificação e manutenção do equipamento, o tempo para início e conclusão do projeto e o orçamento das obras.

 

Segundo Fabrizzio Muller, titular da Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador), com a licitação homologada, a empresa escolhida terá 150 dias para devolver o Pilar à população.

 

“É um prazo contratual, mas tudo será feito para finalizar as obras no menor tempo possível e retomar o funcionamento dos trens”, afirma Muller.

 

O superintendente da Transalvador diz que a escolha da empresa passará por uma análise delicada, pois apenas três firmas no Brasil operam a requalificação apropriada para esse meio de transporte. Muller também garante que o preço da tarifa de R$ 0,15 não será alterado após a reinauguração.

 

Interdição
No início de 2013, o Plano Inclinado Pilar foi interditado por apresentar problemas nos sistemas de freio de segurança e de medição de velocidade.

 

Com a paralisação dos trens, o comerciante Álvaro Santana, 48, passou a ter que pegar ônibus para chegar ao trabalho. “Tenho que sair mais cedo de casa, por conta do engarrafamento. Quando usava o bonde, era mais rápido”, conta.
O plano inclinado que faz a ligação entre a Liberdade e a Calçada também está interditado. Há dois anos e meio o maquinário foi desativado por não apresentar condições mínimas de segurança.

 

De acordo com o secretário de Urbanismo e Transporte de Salvador, Fábio Mota, há 90 dias o plano inclinado da Liberdade está em obras. A previsão de entrega é até o final de agosto.

 

“Foi preciso fazer uma reforma mais ampla no plano da Liberdade, incluindo a troca dos trilhos e dos trens. Em breve, os moradores das proximidades poderão contar com um meio de transporte mais moderno e devidamente equipado”, afirma Mota.

 

O aposentado Antônio Souza, 70, reclama da demora em reativar o meio de transporte. “Não ter o bonde é um atraso para quem mora aqui perto”, lamenta.

 

O único plano inclinado em funcionamento regular em Salvador é o Plano Gonçalves, no Pelourinho, que faz a ligação entre o Centro Histórico e o Comércio.

 

Segundo funcionários, os trens mantêm normalmente as atividades das 7h às 19h, de segunda a sexta, e das 7h às 12h no sábado. Aos domingos, o plano não funciona.

 

 

(Fonte: A Tarde)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!