Reforma de ala do PS de Várzea Grande (MT) é concluída

Setor com 39 leitos deve acomodar pacientes de cirurgias ortopédicas. Unidade de saúde recebe até 700 pacientes por dia.

 

Uma ala do Pronto-Socorro de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, foi reaberta nesta terça-feira (29) ao público após reforma. Todo o hospital deve passar por obras de reforma até maio do ano que vem. Com a reforma, a ala deve receber pacientes da ortopedia e de cirurgia geral no pós-operatório. Ao todo, são 39 leitos. O Pronto-Socorro recebe entre 500 e 700 pacientes por dia.

 

Durante a cerimônia de entrega, também foi assinado um chamamento público para as empresas que pretendem administrar a Unidade de Pronto-Atendimento do Bairro Ipase, naquela cidade.

 

No mês de outubro, teve confusão depois que uma lei complementar foi aprovada pelos vereadores. A medida autoriza a prefeitura a contratar uma Organização Social de Saúde para administrar a UPA. Vândalos quebraram as instalações da Câmara de Vereadores.

 

A UPA do Ipase custou R$ 3,5 milhões e ainda não está funcionando. A previsão é que essa etapa de licitação seja concluída em até 90 dias.

 

Já nas obras do Pronto-Socorro estão sendo investidos R$ 1,6 milhão do governo federal e mais R$ 1 milhão do município.L

 

Lucimar Campos, mulher do ex-senador Jaime Campos (DEM), está no cargo há oito meses com a cassação do mandato do ex-prefeito Wallace Guimarães (PMDB). Ela ficou como segunda colocada na última eleição municipal.

 

Walace Guimarães (PMDB), e o vice dele, Wilton Coelho (PR), tiveram os mandatos cassados pela Justiça Eleitoral por suspeita de gastos ilícitos na eleição de 2012. Na decisão, o juiz José Luiz Leite Lindote, da 58ª Zona Eleitoral do município, determinou que a segunda colocada na eleição passada, Lucimar Campos (DEM), que moveu a ação, fosse empossada.

 

Para o magistrado, ficaram comprovados a captação e gastos ilícitos de recursos para fins eleitorais.

 

(Fonte: Cenario MT)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!