Quadras da capital recebem R$ 30 mi para as obras de asfalto e drenagem

 

O governo do Estado autorizou abertura de licitação para as obras de asfaltamento nas quadras 307 Sul, 309 Sul e 407 Sul, em Palmas. O aviso de licitação já está publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) e o processo será aberto oficialmente a partir do dia 30 de outubro. Uma antiga demanda dos moradores da região, o início das obras anima a população que aguarda ansiosamente pelo fim da poeira, da lama e dos problemas respiratórios agravados pela falta de asfalto.

De acordo com a Agência de Máquinas e Transportes do Tocantins (Agetrans), o governo do Estado investirá cerca de R$ 30 milhões com recursos oriundos de empréstimo da Caixa Econômica Federal. As obras contemplarão pavimentação em cerca de 116 mil m² com tratamento superficial duplo e 133 mil m² de asfalto em CBUQ, nas principais avenidas das quadras.

De acordo com o secretário executivo do Núcleo de Excelência na Gestão Pública do Ministério Público Estadual, Pedro Amilto Aguiar Cruz, que mora na quadra 307 Sul, as obras são aguardadas há muito tempo no local. Para ele, a expectativa a partir deste momento é que o processo ocorra dentro da normalidade e o asfalto se torne logo uma realidade na região. “A gente espera que neste processo aconteça tudo normal e que haja agilidade nisso”, disse.

Amilto, que é membro da Associação de Moradores da 307 Sul, ressalta ainda que a publicação do aviso de licitação representa um avanço para a concretização das obras. “Isso foi um passo largo. Nós, moradores, já estávamos aflitos com todo o processo”, frisou, afirmando que a associação pretende acompanhar todo o processo, bem como as obras, quando iniciarem.

Qualidade de vida

Muito mais do que melhoria na mobilidade urbana da região, obras como as que serão feitas nas três quadras levam melhoria na qualidade de vida da população, à medida que acaba com os transtornos causados com a poeira – no período de seca e com a lama – no período chuvoso.

Para dona Maria da Conceição Almeida, de 69 anos, o asfalto acabará com os problemas de saúde que a afligem, principalmente neste período de estiagem. “Vai ser um alívio muito grande. Aqui a gente vive com problemas de saúde. Eu passo dias com falta de ar e acabo indo para o hospital”, lembrou. Contudo, depois da conclusão das obras, a expectativa é que esta realidade seja mudada. “Isso vai ser maravilhoso não só para mim, mas para toda a comunidade”, citou.

(Fonte: Surgiu)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!