Proposta de R$ 330 mil vence licitação para construir 500 rampas em calçadas da Capital

Duas empresas apresentaram propostas financeiras na licitação para a execução de cerca de 500 rampas de acessibilidade, os chamados rebaixos em calçadas, em vias de Porto Alegre. Durante o pregão físico, a empresa vencedora foi a Ana Cardoso ME, de Santa Catarina, que ofereceu o valor mais vantajoso, de R$ 329.998,00, resultando em uma economia de 34,03% – o valor-teto para as intervenções era de R$ 500.220,00.

 

A Ana Cardoso ME tem até as 14h do dia 17 para apresentar à Comissão Especial de Licitação para Projetos Estruturantes da prefeitura a planilha com composição detalhada dos preços. Depois da assinatura do contato, a empresa tem cinco dias úteis, a partir da ordem de início, para iniciar os trabalhos. O prazo para a conclusão das obras é de sete meses.

 

O titular da Secretaria Municipal de Acessibilidade e Inclusão Social (Smacis), Raul Cohen, considera a iniciativa um avanço para a cidade. “É o início de um processo”, comentou. De acordo com Cohen, as rampas serão implantadas em regiões de grande afluência de pessoas, como a avenida Assis Brasil e as ruas 24 de Outubro e Lima e Silva. Em novembro do ano passado, 130 rampas foram construídas em diferentes áreas da Capital.

 

A Smacis também pretende concretizar um projeto de implementação de corrimãos em praças da Capital. “Há idosos que têm dificuldades para descer, nossas praças possuem desníveis”, ponderou. A inclusão social também é prioridade da pasta, que quer instalar equipamentos híbridos, adequados tanto a deficientes quanto a pessoas sem problemas de mobilidade, e capacitar mais 225 intérpretes de libras até o final do ano.

 

A Retroplan Transportes e Licitações Ltda. acabou declinando da proposta. O representante da Repav Saneamento e Construções Ltda. chegou atrasado à reunião e não pôde apresentar os valores da empresa.

 

(Fonte: Jornal do Comercio)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!