Prolongamento da Via Expressa deve custar R$ 200 milhões

Prefeito Napoleão assina contrato para prolongamento da Via Expressa, a nova SC-108. Obra de 15,6 quilômetros vai receber investimentos de R$ 200 milhões

Um passo fundamental para o efetivo começo das obras de prolongamento da Via Expressa foi concretizado na terça-feira (26). O prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes (PSDB) foi até Florianópolis para assinar o contrato com a empresa vencedora da licitação, a Cetenco. O investimento para os 15,6 quilômetros é de R$ 138 milhões.

 

Com o contrato assinado, só vai falta a ordem de serviço, que, segundo a prefeitura, deve ser assinada ainda em setembro. A assinatura do documento que efetivará o início dos trabalhos espera uma licença ambiental da Fundação do Meio Ambiente (Fatma). “[a via] será transformadora do ponto de vista de desenvolvimento não só de Blumenau, mas de todo o Vale do Itajaí”, destacou Napoleão.

 

A obra

A Via Expressa, a nova SC-108, inicia no viaduto da Via Expressa na BR-470 e segue até a SC-108, próximo ao posto da Policia Rodoviária Estadual, totalizando 15,6 quilômetros de rodovia com pista dupla e interseções em nível e desnível. Na ordem de R$ 138 milhões, o contrato contempla a implantação, drenagem e pavimentação.

 

Após a assinatura da ordem de serviço, a Catenco tem 30 dias para iniciar os trabalhos e 1080 dias, ou três anos, para concluir. Ainda será necessário realizar outra licitação para pontes e elevados que devem custar aproximadamente R$ 60 milhões.

 

A implantação do acesso norte tem como objetivo desafogar o trânsito na região da Itoupava Central, em especial na SC-108, a Doutor Pedro Zimmermann. Com a conclusão da extensão da Via Expressa será possível urbanizar a atual rodovia, com calçadas, ciclovias e duplicação. Um projeto de revitalização já está sendo realizado.

 

(Fonte: Farol Bartolomeu)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!