Presidente da Telecom Italia vem ao Brasil confirmar interesse nos 700 MHz

O presidente da Telecom Italia, Marco Patuano, se manifestou otimista em relação à licitação da faixa de 700 MHz e veio ao Brasil confirmar o interesse da TIM na licitação. “Na Europa o 4G já é uma realidade muito importante. É muito importante ter essa possibilidade aqui no Brasil também de fazer uma cobertura 4G, e para fazer isso precisamos das frequências”, disse ele na saída da reunião com o ministro Paulo Bernardo nesta quarta, 28.

 

Patuano não quis entrar em detalhes sobre as contribuições que serão feitas pela edital na consulta pública do edital e do regulamento de interferência, mas adiantou que, na Itália, a interferência observada na prática foi muito menor de que a que os estudos teóricos indicavam.

 

Por esse motivo, a operadora – alinhada com o discurso do sindicato das teles, o SindiTelebrasil – pede que a agência alivie a mão nos recursos que serão exigidos das operadoras para a limpeza da faixa e para a mitigação das interferências.

 

“Acho importante que os custos que vamos cobrir não sejam desproporcionais aos problemas que vamos gerar. Já sabemos que vai ter um problema de interferência, mas esse problema vai ser muito menor porque já vimos na prática lá na Europa”, disse ele.

 

Qualidade

Outro tema tratado com o ministro foi o da qualidade. Patuano disse que a situação está melhorando, mas reconhece que ainda há muito trabalho a fazer. “A situação está melhorando porém o patamar a que chegamos não é o nível ideal, em particular nos dados. O País é jovem, que gosta da experiência multimídia. Não estamos no nível que deveríamos estar como indústria”, admite ele.

 

A TIM apresentou ao ministro um projeto de antena mimetizada desenvolvido pela própria operadora junto com uma empresas nacional de engenharia mecânica. No caso, trata-se de um poste de luz com antena de telefonia e câmera de vigilância. A estação radiobase (ERB) em si fica acoplada dentro do poste, diferentemente de soluções semelhantes em que os equipamentos ficam no subsolo.

 

“Temos um conteúdo de engenharia significativo, tanto é que esse projeto gerou um número de patentes significativo depositadas em nome da TIM no Brasil”, disse o presidente da TIM Brasil, Rodrigo Abreu. “O aumento de qualidade significa aumentar o número de sites. E uma das principais dificuldade no País em relação à infraestrutura tem sido a implantação de antenas novas. Então, nós temos buscados todo tipo de solução tecnológica para facilitar o processo de licenciamento e minimizar o impacto ambiental”, completou ele.

 

Telco

Patuano comentou também a possibilidade de dissolução da Telco, controladora da Telecom Italia, em função do interesse de venda das ações dos acionistas Generali e Mediabanca. Para ele, há um ruído forte no mercado e “alguns investidores italianos estão falando que essa é uma oportunidade concreta”, diz ele em referência à seguradora Assicurazioni Generali. Ele ressalta, contudo, que esse é um assunto que diz respeito apenas aos acionistas.

 

(Fonte: Teletime)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!