Prefeitura recomeça licitação do restaurante popular em Juiz de Fora

A nova licitação do novo restaurante popular na região Norte de Juiz de Fora foi realizada nesta manhã de quarta-feira (26) na sala de reuniões da Comissão Permanente de Licitação (CPL).

 

A etapa foi de checagem da habilitação das empresas que pretendem participar da concorrência. De acordo com a assessoria da CPL, o momento foi de conferência se a empresa é capaz de cumprir a proposta a ser apresentada à Prefeitura.

Oito empresas enviaram representantes: Viaplan Engenharia e Empreendimentos LTDA., M. Trindade Construtora LTDA., Columbia Construções e Empreendimentos Eirelli, Ribeiro Alvim Engenharia LTDA., Planesan Engenharia LTDA., Construtora Conquista Lar, Costa e Silva Pavimentação e Construção LTDA. e Leal Construtora de Muriae LTDA.

 

Após a análise dos envelopes com as habiltiações, a Costa e Silva Pavimentação e Construção LTDA. e a Leal Construtora de Muriae LTDA foram consideradas inabilitadas. Agora começou o prazo para apresentar recurso, que termina às 18h da próxima quarta-feira (3). Encerrada esta etapa, o processo passa para a avaliação das propostas das empresas para a realização da obra.

 

Esta é a segunda tomada de preços para a obra. A primeira, ocorrida em agosto, foi cancelada em outubro pela Prefeitura. O motivo alegado foi problemas técnicos em planilhas que constavam no edital 005/2014.

 

O novo edital 007/2014 foi publicado no dia 6 de novembro com as correções necessárias e com agendamento para a tomada de preços para esta quarta-feira (26).

 

De acordo com a assessoria da CPL, não há restrições para que as empresas que participaram da concorrência anterior apresentem propostas. Tanto que a Viaplan Engenharia e Empreendimentos LTDA, que tinha apresentado a melhor proposta na licitação cancelada em outubro, novamente se candidatou à tomada de preços para obra.

 

Licitação

A tomada de preços para a construção da nova unidade no Bairro Benfica foi realizada no dia 19 de agosto. O resultado da análise foi publicado no Atos do Governo do dia 28 de agosto. A empresa Viaplan Engenharia e Empreendimentos Limitada, de Juiz de Fora, apresentou a menor proposta, no valor de R$ 1.053.946,97.

 

Na época, de acordo com a publicação no Atos do Governo, das sete empresas que entregaram propostas, cinco foram aprovadas. Além da vencedora foram classificadas outras quatro, que apresentaram orçamentos entre R$ 1.130.176,35 e R$1.190.912,95, valor máximo previsto no edital. Outras duas empresas foram desclassificadas por descumprirem itens previstos no edital.

 

Duas empresas participantes enviaram recursos contra a proposta considerada vencedora e a empresa que apresentou orçamento de menor valor encaminhou recurso contra as alegações apresentadas pelas demais.

 

Na época, a assessoria da Comissão Permanente de Licitação (CPL) informou que a comissão se reuniu para analisar todos os documentos relativos à licitação. O edital determina que o prazo de execução da obra é de cinco meses, com início em até dez dias úteis após a empresa contratada receber a ordem de serviço. A obra tem investimento de R$ 925.229,62 do Governo Federal com contrapartida de R$ 265.683,33 da Prefeitura.

 

A construção da nova unidade, que estava prevista para começar a funcionar neste ano, será em um terreno cedido por 20 anos pelo Governo de Minas na Rua Diogo Álvares, no Bairro Benfica. O restaurante funcionará em um prédio de dois andares, com 4.100 metros quadrados, oferecendo 196 lugares no refeitório. O horário de funcionamento da nova unidade será das 10h às 14h, de segunda a sexta-feira, e o valor das refeições será de R$ 2.

 

Este será o segundo restaurante popular na cidade. A unidade na Rua Halfeld, nº 305, no Centro, completou dois anos no dia 3 de agosto e registra média de dois mil atendimentos diários.

 

(Fonte: Globo)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!