Prefeitura Reabre Licitação Para Compra de Novos Semáforos

Prefeitura de Catanduva reabriu o pregão presencial para a contratação de empresa especializada que deverá fornecer totens semafóricos e realizar a execução de mão de obra de implantação e manutenção das sinalizações, durante o período de garantia, em Catanduva. Essa licitação já foi aberta neste ano, com previsão de conhecimento das propostas em junho, mas foi suspensa. Agora, empresas têm até o dia 01 de agosto para entregar as propostas. O preço estimado de todos os equipamentos e instalação é de R$ 2.612.687,33.

 

 

O objetivo é adquirir 60 totens compostos, 18 totens simples, a construção de uma rede subterrânea, 15 controladores semafóricos, contador digital de LED e outros equipamentos. O pregão presencial 101/2014 terá as propostas conhecidas no dia 01 de agosto, às 14h30, no setor de licitações da Prefeitura.

 

 

De acordo com o prefeito Geraldo Vinholi todos os procedimentos, como placas de denominação de ruas, trocas de pontos de ônibus, com novas coberturas, iluminação pública, inicialmente realizadas pelas avenidas e a troca dos semáforos, mais modernos, faz parte do plano de deixar Catanduva mais bonita e convidativa para o turismo.

 

 

Zoológico

O prefeito Geraldo Vinholi, durante o Programa Canal com o prefeito , afirmou que pensando no turismo da região busca também reformar completamente o zoológico municipal. Segundo ele, existe um projeto de reestruturação do conhecido bosque, avaliado em R$ 3,5 milhões, com a reforma dos recintos dos animais, a ampliação das jaulas e abrigos, implantação de novos brinquedos e a recuperação da Cidade da Criança, bem como construção de novos banheiros, e reforma dos atuais, troca do portão de entrada. No entanto, para isso, depende de recursos dos Governos Federal ou Estadual. Neste ano, a Prefeitura solicitou ao Fundo Estadual dos Interesses Difusos (FID) do Governo do Estado, possível repasse para a realização da reforma.  No entanto, assim como o projeto da Praça da República, o órgão da Secretaria de Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo negou o pedido. A justificativa foi de indeferimento por ser fora da área de atuação do FID. Segundo Vinholi enquanto não consegue recursos de “fora”, realiza os procedimentos possíveis com os equipamentos e pessoais da prefeitura. “A limpeza e pintura de guias e sarjetas”, afirmou.

 

(Fonte: O Regional)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!