Prefeitura do Rio adia licitação de obras na Vila Olímpica

A Prefeitura do Rio adiou o início da licitação para as obras de infraestrutura da Vila Olímpica. O Tribunal de Contas do município (TCM) fez alguns questionamentos sobre o edital que ia ser lançado nesta segunda-feira (27). E afirma que só recebeu as respostas da Prefeitura na sexta-feira (17). Como a semana seguinte foi intercalada por feriados, o TCM afirmou que o parecer do relator só deve ficar pronto em alguns dias.

 

O Tribunal de Contas informou que não vai divulgar quais foram os questionamentos. As construções no Condomínio Ilha Pura, onde os atletas ficarão hospedados, vão custar R$ 28,7 milhões.

 

As obras têm como objetivo a estabilização do solo mole, aterro e implantação de infraestrutura para áreas de apoio na Vila dos Atletas.

 

Faltando 500 dias para as Paralimpíadas, a Prefeitura do Rio apresentou uma maquete tátil do Parque Olímpico, feita para ser tocada por deficientes visuais. Mais de 4,3 mil atletas de 178 países vão participar dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

 

Felipe de Souza Gomes, medalhista de ouro nos 200 metros nos Jogos Olímpicos de Londres, se encantou com a maquete. “Tudo o que você fala pra um deficiente visual, ele cria uma imagem. A maquete ajudou. O negócio vai ficar bonito mesmo, o negócio vai ficar grandioso.”

 

E o país tem planos ambiciosos para o evento. “A ideia fundamental é que o Brasil, que ficou no sétimo lugar em Londres, possa chegar no quinto lugar no Rio em 2016”, afirmou Andrew Parsons, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro.

 

(Fonte: g1)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!