Prédios antigos vão ganhar R$ 22 mi

O governo do Estado de São Paulo anunciou a liberação de R$ 22 milhões para o restauro de cinco edifícios históricos paulistas – quatro deles tombados pelo órgão estadual de proteção ao patrimônio, o Condephaat. Os imóveis são sedes de oficinais culturais na capital, Iguape, Sorocaba, Bauru e Santos.

“Os projetos executivos para as obras já estão prontos. Vamos abrir a licitação agora em setembro e a previsão é que os trabalhos de recuperação se iniciem em janeiro de 2014″, diz o secretário de Estado da Cultura, Marcelo Araújo. “As obras devem demorar cerca de 18 meses para serem concluídas.”

As oficinas culturais beneficiadas são a Amácio Mazzaropi (no bairro do Brás, em São Paulo), Gerson de Abreu (Iguape), Grande Otelo (Sorocaba), Glauco Pinto de Morais (Bauru) e Pagu (Santos). Durante o restauro, as atividades das oficinas culturais não devem ser prejudicadas. A programação será transferida para imóveis provisórios – em alguns casos, cedidos pelas próprias prefeituras. “Em Santos, por exemplo, já providenciamos a locação de uma casa no centro da cidade para onde foram transferidas as atividades”, explica o secretário de Cultura.

Os cinco edifícios que devem receber melhorias são aqueles cujas instalações das oficinas culturais estão em piores condições. “Vamos aproveitar para torná-los acessíveis a pessoas com deficiência também”, afirma Araújo.

Mas a expectativa é de que outras unidades recebam melhorias nos próximos anos. É o caso da unidade Oswald de Andrade, no Bom Retiro, também no centro paulistano. “Para ela, estamos em fase de elaboração do projeto. Acredito que no início do ano que vem estaremos com o orçamento pronto para abrir a licitação”, diz o secretário.

Brás. O prédio em que está instalada a oficina Amacio Mazzaropi, no Brás, é tombado pelos órgãos municipal, estadual e federal de proteção ao patrimônio. Datado de 1912, foi construído para abrigar uma escola. Hoje, além de ser sede da oficina cultural, também é endereço da SP Escola de Teatro.

Ao custo de R$ 5 milhões, a unidade ganhará um novo auditório, além de melhorias nos revestimentos, recuperação das pinturas e reforma de instalações elétricas e hidráulicas.

(Fonte: Blog Estadão)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!