PGJ cancela licitação para aquisição de Ipad para MPE

O procurador-geral de justiça Luiz Alberto Steves Scalope cancelou o processo licitatório para a aquisição e distribuição de Ipad para os membros do Ministério Público Estadual (MPE) porque não seria de conhecimento do chefe do órgão.

 

O resultado da licitação foi publicado no Diário Oficial no dia 25 de novembro e a empresa vencedora foi a Microtécnica Informática Ltda., empresa de fornecimento de equipamentos eletrônico localizada na cidade de Brasília. O valor total do contrato é de R$ 594.500,00. Quem assinou o documento foi a pregoeira oficial Susana Fátima dos Santos.

 

O contrato, que foi feito pela modalidade Pregão Presencial, previa a aquisição de 250 tablets da marca Apple, modelo Ipad Air de 32GB 4G Wi-Fi, com capa Smart Cover Black. O valor unitário do kit era de R$ 2.378,00. No entanto, numa pesquisa simples na internet é possível encontrar o mesmo modelo de aparelho no valor de R$ 1.979,00. Isto chamou a atenção também de outros membros do MP, já que em grande quantidade, é normal que o preço saia mais barato.

 

No entanto, um dos fundamentos utilizado pelo procurador em exercício para justificar o cancelamento da licitação é de que, além de não ter conhecimento do fato, também não seria conveniente a aquisição e distribuição dos equipamentos às vésperas da eleição, que está marcada para o dia 10 de dezembro.

 

O certame teria sido autorizado pelo procurador Paulo Prado, que está de férias para campanha, já que disputa a reeleição e tenta garantir o quarto mandato à frente da chefia do MPE.

 

Scalope optou por suspender e aguardar a escolha pelo próximo procurador para dar continuidade à assinatura do contrato, uma vez que a licitação já foi realizada. O registro de preço foi feito para futura aquisição de tablets que seriam utilizados para atender a Procuradoria Geral de Justiça.

 

A decisão foi anunciada por Scalope aos membros do Conselho Superior do Ministério Público durante reunião ordinária realizada na segunda-feira (1).

 

(Fonte: Diario de Cuiabá)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!