Obras de duplicação são projetos do Dnit

Três obras se destacam no planejamento com início para este ano sob responsabilidade do DNIT: a duplicação da Reta Tabajara (BR-304), construção do Complexo Viário em Igapó (BR-101/norte), na zona norte de Natal, e construção de viadutos e ampliação da marginal da BR-101, no percurso entre Natal e Parnamirim.  Ainda em projeto, mas com previsão de licitação ainda este ano, se destaca a duplicação da BR-304, no trecho de Natal à divisa com o Ceará. “Todas todas essas obras geram Imposto. Nisto, deverão deixar, somente ao município de Natal, em dois anos, quase 8 milhões de reais”, disse Walter Fernandes, diretor geral do DNIT.

 

A primeira já foi licitada, no valor de R$ 233 milhões, e está sob a responsabilidade da empreiteira SBS Engenharia e Construções, do Rio Grande do Sul. Atualmente, a obra está em processo de contratação da empresa de supervisão de obras. Pelo valor de quase R$ 5 milhões, a JDS  Engenharia e Consultoria que ganhou o pregão do serviço de supervisão.

 

SERVIÇO

No mês passado encerrou o processo de licitação da duplicação da BR-101 (do viaduto de Ponta Negra, ao Ifrn de Parnamirim) e agora segue para contratação. O Consórcio Natal Parnamirim foi o vencedor para realizar o serviço de R$ 144.2 milhões. No entanto, o valor total do empreendimento é de R$ 170 milhões, que prevê também as desapropriações, licitações e contrato da empresa de supervisão ambiental.

 

Na mesma fase está o Gancho de Igapó, licitada faltando a contratação. A empresa construtora é A Gaspar, o valor da obra R$ 28 milhões, mas o valor do empreendimento sobre para R$ 50 milhões. O serviço prevê a construção de um complexo de viadutos e túnel em Y com extensão de 2,3 km.

 

A duplicação da BR-304, de Natal até a divisa do RN com o Ceará esta com previsão de licitação para julho deste ano está. O projeto custará entorno de R$ 1 bilhão. A licitação será em RDC, com sigilo de preço.

 

(Fonte: Tribuna do Norte)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!