Obra do novo hospital da UFMT será licitada

Reunião realizada entre a Secretaria de Estado das Cidades (Secid) e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) resultou em nova previsão para abertura do processo licitatório para construção do Hospital Universitário da UFMT. A expectativa é de que o certame seja realizado até o mês outubro. A construção da unidade de saúde será feita por meio de Regime Diferenciado de Contratação (RDC).

 

Durante o encontro, realizado na manhã desta sexta-feira (10.07), o secretário Eduardo Chiletto, titular da Secid, e a reitora da UFMT, Maria Lucia Cavalli Neder, discutiram também a necessidade do aporte de recursos para reiniciar as construções. De acordo com Chiletto, o valor inicial de R$ 25 milhões será empenhado por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e, posteriormente, será assinado termo de cooperação com a Secid, que ficará responsável pela fiscalização da obra.

 

Durante a reunião também foram apresentados os projetos básicos de drenagem, esgotamento sanitário, pavimentação do estacionamento e infraestrutura, iluminação, paisagismo e instalação elétrica. A obra, que está localizada na Rodovia Palmiro Paes de Barros (MT-040, km 16), possui 58,3 mil metros quadrados de área.

 

Histórico

Iniciada em dezembro de 2012, a obra do novo hospital universitário tinha prazo de execução de 720 dias. Em dezembro de 2014 o contrato com o Consórcio Narmandia-Phoenix-Edeme foi rescindido, devido ao não cumprimento do cronograma de construção. A rescisão foi solicitada pela gestão estadual, já que apenas 8,9% da obra tinham sido realizados. A nova unidade hospitalar está orçada em R$ 116.501.424,47.

 

Compromisso

A retomada das obras do hospital universitário também compreende uma das metas do acordo de resultados da Secid, lançado no último dia 06 de julho, pelo governador Pedro Taques. Para garantir a qualidade das obras, também será aberto processo licitatório para contratação de empresa supervisora. “Queremos que ambas as licitações sejam lançadas em conjunto. A obra precisa ser acompanhada desde seu início”, explica.

 

Para a reitora Maria Lúcia, os novos prazos demonstram o compromisso que o Estado tem tido com a população. “Este é um hospital de grande importância para a sociedade, assim como para os profissionais da saúde. É de grande valia o esforço que a gestão Pedro Taques tem tido para dar continuidade a esta obra”.

 

(Fonte: Cenario MT)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!