Nove agências são classificadas em licitação de R$ 70 mi no Governo de MT

O Gabinete de Comunicação (Gcom) realizou nesta segunda-feira a segunda sessão de licitação para escolha de cinco agências de publicidade que vão atender o Governo do Estado.

 

Foram apresentadas as notas técnicas das peças e a capacidade física das concorrentes para atender o Estado, além da identificação das propostas apócrifas.

 

No total, 22 agências de publicidade apresentaram propostas à comissão de licitação. Nesta segunda fase foram eliminadas 13 agências, as quais não alcançaram 70 pontos nas notas de capacidade de atendimento e de criação. Conforme a presidente da comissão de licitação, Patrícia Camargo, uma subcomissão técnica, com participação de profissional que não tem ligação com o Estado, avaliou todas as propostas apresentadas e atribuiu as notas que foram divulgadas.

 

“Ainda restam duas sessões, a próxima será após o término do prazo para julgamento dos recursos. Estaremos marcando a terceira sessão para a abertura do invólucro quatro, que contém a proposta de preço das agências classificadas”, esclareceu Patrícia. A última sessão verificará a questão documental para habilitação das agências vencedoras.

 

Após a publicação dos resultados das notas técnicas no Diário Oficial do Estado (DOE), as agências concorrentes terão cinco dias para ingressar com recurso. Também foram colocadas à disposição para análise as propostas das 22 agências participantes.

 

Nove agências foram classificadas, todas receberam mais de 70 pontos, somando as peças avaliadas e a questão de infraestrutura de atendimento. São elas, por ordem de classificação: ZF Comunicação (89,5 pontos); FCS Comunicação (88); Casa D’Ideias (80); Soul Propaganda (79,5); Nova/sb (79,5); Tis Propaganda (77); Genius Publicidade (77); Invent Comunicação Integrada (73,5) e Mercatto Comunicação (70,5).

 

A licitação é na modalidade melhor técnica e preço, com base na Lei nº 12.232/2010, que estabelece normas sobre licitações e contratações pela administração pública de serviços de publicidade. O valor do contrato é de R$ 70 milhões com vigência de 12 meses, podendo ser prorrogado anualmente por até cinco anos.

 

Com a contratação das agências, todos os serviços de publicidade e propaganda do Governo estarão concentrados apenas no Gabinete de Comunicação, conforme previsto na nova estrutura da pasta após a reforma administrativa.

 

A comunicação acerca da publicação do edital foi feita a diversos órgãos e entidades, a fim de garantir a transparência do processo. Foram entregues ofícios a representantes da Controladoria Geral do Estado (CGE), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Gabinete de Transparência e de Combate à Corrupção (GTCC), Ministério Público do Estado, Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de Mato Grosso (Sinapro-MT), Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) e da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública.

 

(Fonte: Cenario MT)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!