MP denuncia sete executivos por cartel nos trens de São Paulo

MP analisou mensagens de executivos de empresas suspeitas e concluiu que elas se uniram para fraudar licitação de trens, no valor de R$ 1,8 bilhão.

 

O Ministério Público de São Paulo denunciou cinco executivos da empresa francesa Alstom e dois da espanhola CAF por formação de cartel no governo de José Serra, do PSDB. O Ministério Público analisou mensagens de executivos de empresas suspeitas e concluiu que elas se uniram para fraudar uma licitação de trens, no valor de R$ 1,8 bilhão. Esta é a oitava denúncia contra o suposto cartel dos trens.

 

A Alstom declarou que não participa de qualquer concorrência desleal e que não vai comentar a denúncia porque não teve acesso a ela.

 

A CAF afirmou que tem colaborado com as autoridades e que atua dentro da lei.

 

O PSDB declarou que apoia as investigações e que espera que os culpados sejam punidos.

 

(Fonte: Jornal Nacional)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!