Mototaxistas exigem agilidade no processo de licitação, em frente ao Detran-AM

Manifestantes também pedem uma fiscalização maior da categoria. O protesto causou retenção nas proximidades do Detran-AM

 

Cerca de mil mototaxistas, de acordo com o Sindicato dos Mototaxistas do Amazonas, se concentraram na manhã desta quinta-feira (16) na Avenida do Samba para cobrar agilidade no processo de licitação da categoria e pedir fiscalização. Os manifestantes seguiram até a sede do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).

 

Segundo o presidente do sindicato dos Mototaxistas do Amazonas, Anderson Souza, a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) informou que o processo de licitação está em processo de conclusão.

 

Souza destaca que, ao todo, são 110 licitantes que foram repassados para o Detran-AM para avaliação da habilitação. “A lista está no órgão desde o dia 29 de junho”, afirmou. “Só saíremos quando recebermos uma resposta, um posicionamento sobre a situação destes trabalhadores”, afirmou Souza.

 

O presidente da Central Única dos Mototaxistas do Amazonas, Paulo Falcão, 40% dos manifestantes ainda não estão licenciados. “Ainda assim, precisamos que dêem atenção para a fiscalização, porque há um custo muito alto para adquirirmos esse direito”, afirmou.

 

Solicitação
De acordo com a assessoria de imprensa do Detran-AM, a SMTU fez uma solicitação para que o órgão, de forma gratuita, oferecesse um atestado de boas antecedências para que a licitação fosse agilizada. O diretor-presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, afirmou que a lista não possui apenas 110 nomes, mas contem quase 3 mil nomes.

 

“Da forma que foi colocado, seria um gasto muito grande, já que cada consulta custa ao Detran-AM R$11. A consulta poderia ser feita pela internet, mas não serve para licitação. O que deveria existir é a flexibilização deste edital”, afirmou o diretor-presidente do órgão, Leonel Feitoza, sugerindo que guichês fossem abertos especificamente para atender os mototaxistas. A alternativa não foi aceita pelos manifestantes.

 

Uma reunião foi marcada, às 15h, entre o Detran-AM, o diretor-presidente da SMTU, Pedro Carvalho, e uma comissão dos mototaxistas para definir sobre a licitação.

 

Trânsito
Por conta da manifestação, o trânsito nas proximidades do viaduto Miguel Arraes ficou complicado. O twitter do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans) informou retenções na Avenida Mário Ypiranga.

 

Por volta das 10h30, os mototaxistas saíram do viaduto, ainda que concentrados em frente ao Detran-AM na alça de acesso à Avenida Darcy Vargas/Mário Ypiranga.

 

(Fonte: D24am)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!