Ministério assina contratos para obras de saneamento em 3 cidades do RN

O Ministério das Cidades assinou nesta quarta-feira (20) contratos para a elaboração de projetos de saneamento básico nos municípios de Natal, Parnamirim e Mossoró. As obras estão orçadas em aproximadamente R$ 336 milhões do Orçamento Geral da União (OGU). A assinatura das operações possibilitará o início do processo de licitação para elaboração de projetos e execução das obras. Os contratos foram assinados entre a Caixa Econômica Federal, o Governo do Estado e os municípios beneficiados.

 

Para o município de Natal estão destinados R$ 142,55 milhões, sendo R$ 137,9 milhões para implantação do sistema de esgotamento sanitário e R$ 4,65 milhões para elaboração de projetos de engenharia para obras do sistema de abastecimento de água da sede municipal. Os projetos preveem a construção de um sistema de saneamento integrado nos bairros de Nossa Senhora da Apresentação e Lagoa Azul, na Zona Norte da cidade.

 

A implantação do sistema de esgotamento sanitário contará com 26 quilômetros de redes de abastecimento de água, 26 quilômetros de redes de microdrenagem e instalação de 86 kits sanitários. Também está prevista a construção de 220 unidades habitacionais pelo programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), com regularização fundiária de 15.275 famílias, implantação de quadra esportiva, escolas de ensino fundamental, praças e posto de saúde, pavimentação, além de recuperação ambiental da área.

 

A Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern) explica que o abastecimento dos bairros da Zona Norte será feito com captação de água do Rio Maxaranguape. O projeto de um novo sistema adutor incluirá estudos complementares aos já existentes, que indicam elevado potencial hídrico na respectiva bacia. Os projetos terão nas fases seguintes estudos de alternativas de concepção, projetos básicos e executivos, incluindo serviços topográficos, geotécnicos e ensaios e análises de amostras das águas, finalizando com um orçamento global para a futura obra. Nos estudos complementares, serão aferidos os indicativos do potencial hídrico da bacia hidrográfica do Maxaranguape, vista como opção de abastecimento da capital potiguar para os próximos anos.

 

Após pesquisas de campo na região, a Caern constatou que a bacia hidrográfica do Rio Maxaranguape tem potencial para ser uma fonte alternativa para abastecer as demandas populacionais da capital projetadas para 2030, que será de cerca de 1.130.000 habitantes. De imediato será beneficiada uma população de 324.000 habitantes.

 

Mossoró

Em Mossoró, o contrato é de R$ 14,38 milhões, sendo R$ 13,8 milhões para ampliação do sistema de esgotamento sanitário e R$ 587,5 mil para elaboração de projetos de engenharia. A obra de ampliação do sistema de esgotamento sanitário prevê 23.054 metros de redes coletoras, uma estação elevatória, 3.245 metros de emissários de recalque, 4.921 metros de coletores tronco e 2.504 ligações domiciliares que beneficiará 14.700 habitantes.

 

Parnamirim

Na cidade de Parnamirim serão investidos R$ 186,2 milhões para ampliar o sistema de esgotamento sanitário no município. Serão construídos 420 quilômetros de rede coletora, 17 estações elevatórias, 31,2 quilômetros de emissários, 43.740 ligações prediais. As obras beneficiarão cerca de 130.400 moradores dos bairros Emáus, Passagem de Areia, Vida Nova, Monte Castelo, Santos Reis, Rosa dos Ventos, Santa Tereza, Parque de Exposições, Vida Nova, Parque das Orquídeas, Nova Parnamirim, Boa Esperança, Vale do Sol e Cohabinal.

 

(Fonte: G1)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!