Marcelo Castro deixa ministério depois de anunciar licitação

 

O deputado federal Marcelo Castro deve deixar, por todo o dia de hoje (27) o cargo de ministro da Saúde. Seu pedido de exoneração já estaria pronto para ser entregue à presidente Dilma. Curiosamente, Castro deixa o ministério um dia após o anúncio da realização de licitação de mais de R$ 12 milhões na sua Pasta.

Segundo o G1, a assessoria do Ministério da Saúde informou que Marcelo Castro pedirá demissão do cargo nesta quarta-feira (27).

Eleito deputado federal pelo PMDB-PI em 2014, ele se licenciou do mandato e estava no comando da Saúde desde outubro do ano passado.

Em março deste ano, o PMDB decidiu romper com o governo da presidente Dilma Rousseff e entregar os cargos no Executivo, mas Castro permaneceu.

Semana passada o acreditado colunista Claudio Humberto chegou a denunciar que servidores do Ministério da Saúde haviam relatado aos órgãos de controle um ‘frenético’ ritmo de assinatura de contratos e antecipação até de gastos que estavam previstos somente para o segundo semestre.

Já o jornalista Lauro Jardim, do O Globo, destacou que um dos últimos atos de Marcelo Castro como ministroda Saúde seria a licitação marcada para terça-feira (26), no valor de R$ 12 milhões, onde seria escolhida a agência de propaganda que fará os comerciais da campanha de vacinação contra a pólio.

Só que a vacinação, segundo destaca Lauro Jardim, ocorrerá em setembro, portanto, daqui a cinco meses.

Jardim chegou a antecipar que, entre as agências concorrentes, (Calia, Lowe, Agnelo), a favorita seria Propeg.

 

Fonte: Jornal Floripa

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!