Mais sete cemitérios do Rio passam por licitação

Expectativa é que consórcios privados garantam mais segurança aos frequentadores e melhorem a gestão e a conservação das unidades

 

O próximo Dia de Finados promete simbolizar o fim de uma era centenária. Cariocas que forem visitar os restos mortais de seus entes em sete cemitérios do Rio, no próximo domingo, devem ver pela última vez os jazigos e capelas sob a administração da Santa Casa de Misericórdia, que obteve o monopólio do sistema por mais de um século.

 

Decreto publicado nesta quarta-feira no Diário Oficial considerou o Grupo Reviver vencedor da licitação, no valor de R$ 70 milhões, para controle dos cemitérios de Paquetá, da Ilha do Governador, de Realengo, Ricardo de Albuquerque, São Francisco Xavier, Santa Cruz e Guaratiba pelos próximos 35 anos.

 

O contrato, porém, deve ser assinado em até 60 dias, quando expira o prazo de recurso permitido à Santa Casa. Outros seis cemitérios do Rio se encontram sob a batuta do Consórcio Rio Pax desde agosto. São eles: São João Batista, Vargem Grande, Inhaúma, Irajá, Pechincha e Campo Grande. Procurada, a assessoria da Santa Casa não respondeu se vai tentar reaver o controle dos cemitérios restantes.

 

Entre os frequentadores, a expectativa é de que a privatização garanta segurança e conservação dos túmulos, além do fim dos escândalos associados à gestão e à compra de espaços para sepulturas. “Há anos, só visito o túmulo da minha mãe, no Cemitério do Caju, acompanhada. É perigoso”, diz a aposentada Elza de Souza.

 

Por outro lado, há o temor de que os preços de documentação e materiais próprios para o sepulcro sejam inflacionados. Segundo a Rio Pax, os valores reajustados já foram definidos pela prefeitura e objeto de uma portaria recente que estipula o limite dos aumentos. Os mesmos critérios devem ser seguidos para os cemitérios que foram concedidos ao Consórcio Reviver.

 

 

Eventos especiais para visitantes
Engana-se quem associa o Dia de Finados à tristeza e morbidez e pensa que encontrará apenas sofrimento durante as visitas nesta semana. Programações especiais elaboradas pelas administrações dos cemitérios prometem aos mais de 1 milhão de visitantes, esperados nos 20 espaços da cidade, verdadeiras aulas de história e arquitetura.

 

É o caso da visita guiada ao Cemitério do Catumbi, no próximo sábado. O programa é coordenado pelo departamento de Geografia da Uerj e será realizado caso não chova. O grupo se encontrará às 10h no portão principal do local e a entrada é franca.

 

No Dia de Finados, uma experiência nova deve chamar a atenção de quem for ao Cemitério São João Batista, em Botafogo. Um quadro em branco convidará as pessoas a fazerem reflexões livres sobre a vida. Músicos e sósias de celebridades ali enterradas circularão entre as tumbas, contando um pouco da história do local. O site do cemitério também entrou no ar: www.cemiteriosjb.com. Visitas guiadas mensais também poderão passar a ser marcadas por lá.

 

O Cemitério da Penitência, no Caju, preparou uma programação especial parecida, que terá como destaque a campanha ‘Before I Die’ – uma iniciativa surgida nos Estados Unidos em 2011 e realizada em outros 65 países. A ideia é fazer com que todos deixem para a posteridade mensagens do que não se pode deixar de fazer antes de morrer. Além disso, a programação conta com visita guiada com o historiador Milton Teixeira, além da tradicional distribuição de rosas e missas na capela principal.

 

(Fonte: O Dia)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!