Licitação para retomada de obra parada do Rodoanel é lançada em MT

Rodoanel deverá interligar três rodovias federais e desafogar trânsito.
Obra está parada desde 2010, após denúncia de irregularidade na licitação.

 

O governo abriu licitação para contratar empresa para fazer o projeto executivo de implantação do Contorno Norte Cuiabá/Várzea Grande, conhecido como Rodoanel, na BR-163. A obra, que deverá ter extensão de 52 km, está parada desde 2010, após denúncias de irregularidades no processo licitatório, realizado em 2005 sob responsabilidade da prefeitura da capital. Após a paralisação, foi decidido que a construção ficaria a cargo do estado.

 

O Rodoanel deverá interligar as BRs 163, 364 e 070. O contorno ainda cruzará e dará acesso às rodovias estaduais MTs 400, 010, 251 e a 030, uma das novas rodovias constantes no pacote de obras do programa estadual Pró-Estradas.

 

A concorrência pública foi aberta pela Secretaria de Infraestrutura e Logística e publicada no Diário Oficial que circula nesta quarta-feira (3). O edital prevê a implantação e pavimentação de pista dupla, obras de artes especiais, duplicação e restauração de pista existente.

 

Segundo o governador Pedro Taques (PSDB), a licitação do projeto executivo foi lançada porque o anterior estava com problemas graves junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) e ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit).

 

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Marcelo Duarte, a obra inteira tem custo estimado em cerca de R$ 400 milhões, mas, nessa primeira fase, para fazer a primeira pista, o governo espera investir aproximadamente R$ 150 milhões, recurso este que já está garantido.

 

Suposta fraude
Prefeito na época em que o Rodoanel foi licitado, o atual deputado estadual Wilson Santos (PSDB) é réu por suspeita de direcionar o processo licitatório. Respondem ainda pela ação o ex-procurador-geral do município, José Antônio Rosa, e a Conspavi, construtora vencedora da licitação.

 

Um processo sobre a suposta fraude no processo licitatório tramita também na Justiça Federal.

 

A extinta Secopa (Secretaria Estadual da Copa) chegou a anunciar a retomada da obra em 2014, mas a execução nunca saiu do papel. A implantação do Rodoanel estava prevista no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no qual estava autorizada a realização da licitação nos moldes do Regime Diferenciado de Contratações (RDC).

 

Trânsito

Uma das expectativas é que, depois de pronto, o Rodoanel ajude a desafogar o fluxo de caminhões no Trevo do Lagarto, entroncamento de três rodovias em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá e na Rodovia dos Imigrantes, uma das principais vias utilizadas pelo transporte de cargas na região.

 

(Fonte: G1)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!