Licitação para Avenida é reaberta

A Prefeitura reabriu a licitação pública para contratação do Corredor de Transporte Coletivo Leste/Oeste – Avenida Guilherme Giorgi, que havia sido suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) depois que uma empresa entrou com recurso. O prazo para a entrega dos envelopes com as documentações e a proposta comercial está agendado para a próxima segunda-feira (26), às 13h30. A expectativa é de que pouco mais de 10 empresas, individuais e através de consórcios, participem da concorrência para a execução da obra, orçada em R$ 135 milhões.

 

Se não tiver mais dificuldades em razão de recursos das concorrentes – já foram três paralisações até agora -, a Prefeitura trabalha com a meta de assinar o contrato da obra Guilherme Giorgi até o final deste ano. O prazo para execução dos serviços será de 18 meses.

 

O secretário municipal de Planejamento e Urbanismo, arquiteto João Francisco Chavedar, explica que na própria segunda-feira será feita a abertura dos envelopes com as documentações apresentadas pelas concorrentes. A análise será feita em três etapas – técnica, jurídica e financeira – e deverá demandar cerca de um mês. Após a conclusão, serão divulgadas as empresas qualificadas para a próxima fase, que é a abertura das propostas comerciais.

 

“Quando a fase de qualificação for divulgada, ainda corremos o risco de recursos e impugnações. Mas se conseguirmos suplantar essas dificuldades e não tivermos outros percalços, o anúncio da obra pode ser o presente de Natal para a Cidade”, comenta o secretário.

 

A obra do Corredor de Transporte/Guilherme Giorgi contempla 15 quilômetros de intervenções, entre Jundiapeba e a Vila Industrial e o investimento inclui a recuperação/duplicação da Avenida Tenente Onofre Rodrigues de Aguiar, na Vila São Francisco.

 

No caso da Guilherme Giorgi, a nova avenida será paralela à linha do trem (no lado direito dos trilhos) e é a principal aposta do Município para melhorar a ligação com Suzano e ao Trecho Leste do Rodoanel, servindo como alternativa à Rodovia SP-66. São seis quilômetros de avenida com pistas duplas, canteiro central e ciclovia. A via sairá da Perimetral, em Braz Cubas e fará a interligação com a Jorge Bei Maluf, na divisa de Jundiapeba e Suzano. O projeto contempla, ainda, a duplicação do trecho já existente da via, próximo à estação ferroviária de Jundiapeba. (Mara Flôres)

 

(Fonte: O Diario)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!