Licitação da Norte-Sul é revogada e fatiada

 

A estatal Valec vai revogar hoje uma licitação de R$ 320 milhões para a compra de 96 mil toneladas de trilhos para a Ferrovia Norte-Sul. A concorrência foi vencida pelo único candidato que se apresentou, um consórcio formado pela empresa PNG e pela chinesa Pangang.

 

Eles são, na prática, os mesmos fornecedores que a estatal vem tentando afastar desde 2011, por uma série de irregularidades e pela má qualidade do material entregue.

 

Após a revogação, a Valec vai lançar um novo edital ‘fatiando’ a compra para a Norte-Sul e para a Ferrovia Oeste-Leste (Fiol). Com isso, espera atrair outros fornecedores internacionais, que não entraram nas licitações anteriores porque o volume demandado era muito elevado e o prazo para entrega, curto.

 

O presidente da Valec, Josias Sampaio Cavalcante Junior, já havia informado a PNG de sua intenção de revogar a licitação. A empresa havia solicitado um prazo para apresentar uma contra-argumentação, e depois solicitou uma prorrogação. Esse segundo prazo vence na segunda-feira. “Quis dar amplo direito de defesa, para não ter problemas depois”, explicou. A revogação do processo licitatório é um ato que depende apenas da decisão do governo.

 

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!