Lançado edital da dragagem do Porto de Paranaguá

A Secretaria de Portos da Presidência da República publicou, esta semana, o edital de licitação da dragagem de aprofundamento do Porto de Paranaguá. O processo foi possível graças ao cumprimento de todas as condicionantes ambientais realizadas pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa).

 

“Cumprimos todos os pré-requisitos exigidos pelas autoridades ambientais e obtivemos a licença prévia, indispensável para a realização deste processo licitatório. Há muito tempo esperávamos pela realização deste trabalho, que permitirá que o Porto de Paranaguá torne-se ainda mais competitivo”, explicou o diretor-presidente da Administração dos Portos do Paraná, Luiz Henrique Dividino.

 

Atualmente, a Appa está realizando a terceira campanha de dragagem, com o intuito de manter a profundidade de projeto do canal, baía de evolução e berços do Porto de Paranaguá. “A preocupação do Governo do Paraná com a dragagem sempre foi intensa e a realização destas obras tem sido nossa prioridade. Estar em dia com a realização destas campanhas e cumprir todos os pré-requisitos ambientais permitiram que a SEP realizasse esta dragagem de aprofundamento”, disse Dividino.

 

A licitação está marcada para acontecer no dia 19 de novembro. Será feito um leilão eletrônico e a sessão será aberta às 10 horas. O valor máximo do certame é de R$ 368.635.339,62 e a licitação terá abrangência internacional. Poderão participar do processo empresas isoladas ou consórcio de empresas.

 

DETALHES – A dragagem de aprofundamento prevê a retirada de 14 milhões de metros cúbicos de sedimentos que permitirão o aprofundamento do canal de acesso aos portos e da bacia de evolução. A área externa do canal passará de 15 para 16 metros de profundidade. Na área intermediária (nas proximidades de Pontal do Paraná), o canal passará de 13,5 para 15 metros de profundidade. O restante do canal passará para 14 metros (hoje são 13 metros de profundidade) e a bacia de evolução passará de 12 para 14 metros.

 

A previsão do contrato é que a obra seja realizada em 18 meses. Com isso, o porto poderá receber embarcações com calado de 12,8 metros de profundidade. Hoje, o limite permitido é de 12,3 metros.

 

A obra será paga com recursos do Governo Federal. O edital de licitação pode ser consultado no seguinte link: www.portosdobrasil.gov.br/sobre-1/licitacoes/2014/arquivos-rdc-presencial-sep-pr-no-05-2014/EditalSEPRDCEletrnicon052014.pdf

(Fonte:Gov. PR)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!