Início das obras de duplicação da Mogi-Dutra segue sem data definida

Segundo DER processo de licitação ainda está em andamento.

 

Departamento também trabalha nas licenças ambientais e desapropriação.

 

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) ainda não tem prazo definido para iniciar as obras de duplicação da Rodovia Pedro Eroles (SP-088), conhecida como Mogi-Dutra, no trecho entre Mogi das Cruzes e Arujá. Segundo o departamento, estão em andamento o processo de desapropriação e os estudos ambientais.

 

Detalhes sobre os processos não foram divulgados. Em maio do ano passado, o DER havia anunciado que a previsão era de que as obras começassem em agosto. Na ocasião, houve demora na elaboração do edital de licitação que impactou no prazo de início da obra.

 

O jardineiro Luiz Augusto de Miranda, de 43 anos, utiliza a rodovia praticamente todos os dias. “Trabalho em um condomínio e tenho que passar pela estrada. Eu acho a rodovia boa, bem sinalizada, se duplicar vai ficar melhor ainda”, disse.

 

Já o caminhoneiro Cláudio Ribeiro da Silva, de 55 anos, reclama do trecho da Mogi-Dutra na altura de Arujá, até o acesso para a Rodovia Presidente Dutra. “É um trecho de muita curva, pequeno, mal iluminado. A sinalização até que não é tão ruim, mas isso porque sempre uso a via, já estou acostumado. Quem vem de fora, fica meio perdido. Precisa duplicar”, afirmou.

 

Anúncios
No dia 25 de abril de 2014, em visita a Mogi das Cruzes, o governador Geraldo Alckmin anunciou a publicação do edital de licitação para contratação das obras. De acordo com o DER, o projeto executivo prevê a realização de serviços para duplicação da pista, do km 32 ao km 39, melhorias na sinalização, implantação de dois viadutos no km 32,3 e km 32,9. No trecho também serão implantadas passarelas no km 33,5, km 35,23, km 35,2, km 37,97 e km 38,8. O orçamento previsto é de R$ 149 milhões.

 

Além dessa obra, o trecho já duplicado da rodovia em Mogi das Cruzes receberá melhorias. O DER informou que do km 40,7 ao km 49,5, existe um projeto executivo concluído para a realização de obras de recapeamento da pista e dos acostamentos e implantação de rotatória no km 59. A previsão do departamento é que a publicação do edital deverá acontecer até o final de maio. O início das obras está programado para o começo de agosto com prazo de execução de oito meses. O valor estimado é de R$ 25 milhões.

 

(Fonte: G1)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!