Gratuidade no transporte de Limeira é 507% maior que prevista em edital

 


Os ônibus públicos de Limeira (SP) transportam 632 mil passageiros gratuitamente por mês, em média, conforme dados da Prefeitura. O número corresponde a 32% do total de usuários do sistema e é 507% maior que o previsto no edital de 2007 para licitação do serviço. Desde o início do contrato a quantidade de não pagantes supera a previsão contratual. Embora o edital indicasse 104 mil gratuidades por mês em 2007, naquele mesmo ano o número de passageiros que circulavam sem pagar já chegava a 475 mil mensais.

Um levantamento da Prefeitura, no primeiro semestre de 2013, identificou fraudes na utilização dos benefícios que dão descontos ou isenção nas tarifas de ônibus para idosos no município. Em maio, a administração começou a apurar o assunto e informou que houve casos em que o cartão de um idoso chegou a ser usado 12 vezes em um mesmo dia.

A gratuidade excessiva foi apontada como problema pelo prefeito de Limeira, Paulo Hadich (PSB). Em entrevista ao G1 no início de julho, ele afirmou: “A passagem gratuita oferecida a pessoas entre 60 e 65 anos desde 2006 fez com que houvesse um ‘rombo’ na qualidade do sistema de transporte público”.

No mesmo período em que o montante de não pagantes cresceu no município, o número de passageiros que pagam passagem caiu. Conforme dados do sistema de transporte público apresentados em audiência na Câmara de Limeira, em 2007 eram 1,477 milhão de pagantes por mês. Já 2012 teve média mensal de 1,286 milhão.

Tarifa menor

A partir de 1º de agosto, a tarifa de ônibus de Limeira será de R$ 2,75. A redução de R$ 0,10 proposta por Hadich foi aprovada pela Câmara e a sanção publicada na última quarta-feira (24) no Jornal Oficial do município. Com o “rombo” citado pelo prefeito, a diminuição do preço da tarifa terá de ser financiada pelos cofres da Prefeitura. A lei aprovada no Legislativo autoriza Hadich a repassar, por mês, cerca de R$ 470 mil às duas empresas que operam o transporte coletivo na cidade.

(Fonte: G1)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!