Governo do Estado inaugura hoje a primeira escola de Assistência Social do Brasil

Foram investidos nesta obra R$ 3 milhões. A escola comporta dois auditórios, 5 salas de aula, biblioteca e laboratório de informática

 

O governador Reinaldo Azambuja e a vice-governadora e secretária de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Rose Modesto, entregam. nesta terça-feira (2), uma obra histórica para Mato Grosso do Sul. Trata-se da primeira Escola de Assistência Social do Brasil, a Escola do Sistema Único de Assistência Social (Suas/MS) Mariluce Bittar. Com sede em Campo Grande, o projeto foi realizado com recursos do Governo do Estado e será centro de referência para todo o País. A inauguração será realizada às 8h, na rua André Pace, 630, bairro Guanandi.

 

Já confirmaram presença no evento, a secretária Nacional de Assistência Social, Ieda Castro; o secretário Nacional de Renda e Cidadania, Helmut Schawarzer; presidente do Conselho Nacional de Assistência Social, Marlene Azevedo da Silva; presidente do Conselho Estadual de Assistência Social de Mato Grosso do Sul, Márcia Abrão; e secretários do Centro-Oeste de Assistência Social.

 

A meta é atender 1.611 mil pessoas, em 8 cursos, neste ano. “Na inauguração, vamos receber autoridades da área da Assistência Social de todo o Brasil que vem para o evento para entender o funcionamento da escola e levar para seus respectivos estados a experiência”, disse Rose Modesto. “O objetivo maior é levar para a população serviço de excelência nos Cras (Centro de Referência de Assistência Social), Creas (Centro de Referência Especializada de Assistência Social) e entidades conveniadas a partir de capacitações efetivas que passarão a ser realizadas no novo espaço. Antes, elas aconteciam em locais dispersos; o estado gastava com locação e não havia um centro de referência para cursos periódicos”.

 

Foram investidos nesta obra R$ 3 milhões. A escola comporta dois auditórios: o maior com capacidade para 300 pessoas e outro para 100 pessoas, 5 salas de aula, biblioteca e laboratório de informática.

 

A escola começa a funcionar no segundo semestre. Licitações devem ser abertas neste mês para selecionar as universidades que vão oferecer as capacitações. “O público que será capacitado na Escola vai desde os assistentes sociais, educadores, psicólogos, sociólogos até os profissionais de nível médio como os cuidadores e orientadores sociais”, explica o superintendente da Política de Assistência Social da Sedhast, Sérgio Wanderly Silva, que acrescenta. “A primeira escola em Campo Grande demonstra o nosso protagonismo na pasta uma vez que avançamos muito em políticas da Assistência Social com a transferência Fundo a Fundo (repasse do governo do Estado aos municípios); estabelecemos critérios técnicos de partilha; entre outros. Ou seja, o dinheiro chega aos municípios e são efetivamente aplicados”, comparou o superintendente.

 

sede de Eventos

Além de centro de capacitação, a Escola de Assistência Social ainda será centro de referência para receber eventos da área e a agenda começa já nesta terça-feira com a Reunião Ampliada do Conselho Nacional de Assistência Social – Etapa Centro Oeste. Outros eventos passarão a acontecer no local como as reuniões mensais da CIB (Comissão Intergestores Bipartite) – espaço de articulação de gestores ligados à assistência social do governo do Estado e municípios.

 

“Com a inauguração da escola, vamos avançar ainda mais na consolidação do papel da assistência social que é para quem dela necessita, ou seja, aquelas pessoas que estão em situação de vulnerabilidade momentânea, ou permanente, ou ainda de pobreza”, descreve a vice-governadora e secretária.

 

Serviço – Inauguração Escola do Sistema Único de Assistência Social – SUAS/MS Mariluce Bittar, terça-feira (dia 02-06) às 8h. Endereço: Rua André Pace, 630, Bairro Guanandi.

 

(Fonte: A Critica)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!