Governo abre licitação para construção do Poupatempo

O Governo do Estado de São Paulo abriu na sexta-feira, dia 23, a licitação para a elaboração do projeto executivo e construção básica da unidade do Poupatempo em Taboão da Serra. De acordo com a Secretaria de Gestão Pública do Estado, a previsão é de que a unidade esteja funcionando no segundo semestre do ano que vem. A unidade deve atender toda a região com cerca de um milhão de habitantes.

Ainda segundo o Estado, o local para a instalação do serviço será mesmo a praça Luiz Gonzaga, no bairro do Pirajuçara. A desativação de parte da praça para a construção do Poupatempo gerou polêmica, pois o local é utilizado para lazer e shows de grande público.

Segundo o prefeito Fernando Fernandes (PSDB), os moradores do entorno da praça reclamam dos eventos. “Vão acabar os eventos na praça, que, aliás, é outra coisa que a população de lá do entorno pede frequentemente, aquilo trazia transtornos, problemas sérios”, disse na época do anúncio. Esta semana, Fernandes anunciou a construção de uma arena de eventos, na estrada Tenente Maria da Cunha, onde funcionaria o Centro Olímpico.

A praça Luis Gonzaga possui cerca de seis mil metros quadrados, a expectativa é que o Poupatempo ocupe menos de dois mil metros quadrados. “A praça continuará existindo, será remodelada pela prefeitura, vai ficar muito bonita. As pessoas vão continuar tendo esse lazer no Pirajuçara e ainda vão ganhar o Poupatempo”, disse Fernando Fernandes. Apenas os shows deixarão de acontecer no local, informou a prefeitura.

Poupatempo é aguardado desde 2007

O Poupatempo é aguardado na região desde 2007, quando o Governo do Estado anunciou que haveria uma unidade em Taboão da Serra. Um dos empecilhos era a localização, segundo a Assessoria de Imprensa do Poupatempo, a prefeitura não havia apresentado um terreno compatível. Agora, com a indicação da praça o projeto começa a ser elaborado e a população deve contar em breve com diversos serviços como emissão de documentos. Hoje, a unidade mais próxima era a de Santo Amaro, há cerca de 13 km.

A Deputada Estadual Analice Fernandes, primeira dama de Taboão da Serra, tem acompanhado de perto as negociações para a vinda do serviço e destaca a importância para a região. “O Poupatempo será uma conquista para Taboão e para toda nossa região. Uma série de questões burocráticas que são muito importantes na vida do cidadão poderão ser resolvidas rapidamente e o que é melhor perto de casa. É um serviço que trás qualidade para o município e para a nossa região. Ficará muito perto, por exemplo, para os moradores de Embu das Artes.”, afirma a deputada.

Segundo a Secretaria de Gestão Pública, a prefeitura ficará responsável pela construção do prédio do Poupatempo na praça Luiz Gonzaga. A responsabilidade do Governo será de elaboração do projeto, mobiliário, equipamentos, treinamentos e gerenciamento da unidade dentro do padrão Poupatempo.

Por Nely Rossany, da Gazeta SP
(Fonte: O Taboanense)

 

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!