Filas marcam o último dia de inscrição para licitação de taxistas na capital

Atendimento deveria ter encerrado às 17h, mas até às 19h não tinha acabado.
Licitação oferece 484 novos alvarás para taxistas em Teresina

 

Como bons brasileiros, centenas de interessados em participar da licitação para 484 alvarás de funcionamento de taxis em Teresina compareceram nesta segunda-feira (9) ao Palácio da Música para a entrega dos documentos. Apenas neste último dia foram realizadas mais de 420 incrições.

 

O prazo, que foi prorrogado duas vezes, deveria ter terminado às 17h, mas devido à quantidade de interessados e às quedas no sistema de inscrição, o atendimento foi prorrogado.

 

“O maior problema foi no sistema, que ficava oscilando, mas agora estamos efetuando o procedimento com rapidez e não houve nenhum contratempo”, contou Marcos Moraes, presidente da comissão de licitação da Prefeitura Municipal de Teresina.

 

Otávio Lima, que é motorista de caminhão, diz que almeja uma vida mais quieta e por isso vai concorrer a um alvará de táxi. Ele conta que teve dificuldades para conseguir reunir tudo que o edital requisitava.

 

“Encontrei muita dificuldade para organizar a documentação. Agora não sei se dará tempo para oferecer minha proposta. Estou correndo contra o tempo”, disse sem saber se seria atendido.

 

Outro que deixou para a última hora foi o autônomo José de Ribamar Duarte. Segundo ele, a dificuldade maior foi analisar o edital. “São 83 páginas e tive uma grande dificuldade para entender e correr atrás da minha documentação. Deixei para a última hora e sempre fica aquele angústia”, relatou.

 

Edital
Dentro das 484 vagas disponibilizadas, o edital prevê a destinação de 2% do total (40 veículos) para carros de transporte exclusivo para pessoas com deficiência e 1% de táxis com acessibilidade para cadeirantes. Ainda dentro das reservas, 10% das vagas estão destinadas à concorrência feminina.

 

O documento prevê os critérios de pontuação da disputa, que leva em consideração tanto o veículo (itens de segurança, documentação, etc.) como o motorista (CNH, tempo de atuação profissional, quantidade de filhos, quantidade de pontos na carteira, entre outros). Os concorrentes deverão ter, no mínimo, 24 meses de habilitação para dirigir. A nota máxima que poderá ser atingida é 180 pontos para o veículo normal e 240 pontos para o transporte eficiente.

 

(Fonte: G1)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!