Estado lança licitação para obras Rodoanel em Cuiabá em 10 dias

O edital para licitar a retomada as obras do Rodoanel (a nova Avenida Perimetral), em Cuiabá, será lançado até o dia 5 de novembro, de acordo com o secretário de Estado de Transportes e Pavimentação Urbana (Setpu), Cinésio de Oliveira (PR).

A obra será licitada na modalidade Regime Diferenciado de Contratação (RDC), ao custo estimado de R$ 360 milhões.

Ao longo da parte cuiabana da via, serão feitas três obras de arte especiais – uma trincheira na Estrada da Guia, um viaduto na saída para Chapada dos Guimarães e um viaduto na avenida Fernando Corrêa da Costa.

As obras do Rodoanel estão paralisadas desde 2009, devido a irregularidades na execução do convênio firmado entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e a Prefeitura de Cuiabá.Por meio do convênio já desfeito, foram gastos R$ 19 milhões em 10 quilômetros de via, hoje abandonadas.

Após os problemas, a execução da obra foi tirada das mãos da Prefeitura de Cuiabá e passada para o Governo do Estado. Iniciado em 2006, o contorno viário deveria ter sido concluído em 2010.

Agora, a previsão é que ele seja entregue, no mínimo, em 2016. “Não temos esperanças de concluir o Rodoanel ainda no mandato do governador Silval Barbosa (PMDB), porque são obras para, no mínimo, dois anos. Mas estando bem encaminhadas, o próximo governador terá tranquilidade para concluí-las. Dinheiro para isso tem”, afirmou Cinésio.

A obra do Rodoanel foi incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o que dá a garantia do repasse dos recursos, independentemente de quem seja o próximo governador.

Contorno viário

Em Várzea Grande, a ordem de serviço já foi emitida para o Consórcio Construtor Agrimat/Atrativa/Exímia, que cobrou R$ 134 milhões para construir os 13 quilômetros de via, além de uma ponte sobre o rio Cuiabá e uma ponte sobre o rio Pari.

O anel viário contorna Cuiabá e Várzea Grande, com pista dupla, em um total de 56 quilômetros de extensão, dos quais 43 quilômetros são na Capital.

Ele compreende as rodovias federais 070, 364 e 163, e o custo total estimado para sua conclusão é de R$ 494 milhões.

(Fonte: o Documento)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!