Empresas que já atuam em Teresina vencem licitação transporte coletivo

 

Processo licitatório de transporte público da capital durou sete meses. A partir de agora será elaborado o contrato de serviço para as empresas.

 

Após sete meses, a Superintendência Municipal de Transportes (Strans) realizou nesta segunda-feira (4) a última etapa do processo de licitação das linhas de transportes urbanos de Teresina. A Strans anunciou o nome dos consórcios escolhidos, sendo que as empresas são as mesmas que já trabalham atualmente na capital.

“São as mesmas (empresas), mas elas vão atuar de forma diferente. Apenas uma delas vai atuar sozinha, enquanto que as outras se compuseram em consórcio: uma para a Zona Norte, outro para Zona Sudeste e outra para Leste”, afirmou o diretor de transportes públicos da Strans e presidente da Comissão de Licitação, Ricardo Freitas.

 

O vencedor do Lote 1, que irá trabalhar com as linhas da Zona Norte, foi o Consórcio Poty, que é composto pelas seguintes empresas: Viação Piauiense, Emvipi e Teresinense. O consórcio Ubanus, que é composto pelas empresas Cidade Verde, Asa Branca, Santana e São Cristóvão ficará responsável pelas linhas da Zona Leste. Já o Consórcio Theresina, que é composto pelas empresas Taguatur, Dois Irmãos, Santa Cruz e Teresina venceu o processo do lote 3 e vai trablahar com as linhas da Zona Sudeste, já a empresa Transcol foi a vencedora do lote quatro que corresponde às linhas da Zona Sul.

 

“O sistema no qual eles irão operar será bem diferente do atual. Serão oito terminais de integração. O projeto está ficando pronto, será apreciado no PAC (Programa de Aceleração do crescimento) da Mobilidade, e se o Governo Federal autorizar, nós vamos fazer a licitação. Temos pelo menos mais dois anos de trabalho intenso. Até lá será feita uma transição”, afirmou o diretor.

 

De acordo com Ricardo Freitas, o processo de licitação foi finalizado com tranquilidade. “Tudo transcorreu da melhor maneira possível, realizamos todas as etapas do processo sem nenhum atropelo e com isso conseguimos concluir um processo que iniciou com a implantação de Plano Diretor, que norteou todo esse processo”, acrescentou.

 

Freitas enfatizou ainda que a partir de agora será elaborado o contrato de serviço para as empresas vencedoras do processo licitatório. “Iremos iniciar agora mais uma etapa, mas o importante é frisar que teremos a partir de agora um novo sistema que tratará para a cidade um transporte urbano de mais qualidade”, finalizou.

 

(Fonte: G1)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!