Empresas decidem participar de licitação do transporte público

Pela primeira vez após duas tentativas frustradas de licitar o transporte público de Porto Alegre, as atuais empresas prestadoras do serviço irão participar do certame. O recebimento das propostas está marcado para a segunda-feira, às 14h. Nas duas tentativas anteriores — em junho e em novembro do ano passado — nenhum empresa manifestou interesse. As informações são da Rádio Gaúcha.

 

Propostas para licitação dos ônibus serão entregues na segunda

 

A Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP) classifica o terceiro edital como “muito duro”. No entanto, segundo o gerente-executivo da entidade, Luiz Mario Magalhães Sá, a retirada da exigência de projetar todos os custos futuros durante a vigência do contrato foi decisiva para a mudança de posição.

 

Edital prevê tarifas de ônibus mais altas e novo reajuste em julho

 

— É um sistema muito dinâmico, que exige mudanças a toda hora. Não tem como imaginá-las durante 20 anos. Foi essa a razão da nossa não participação (nos editais anteriores) — afirma o gerente-executivo da ATP. Luiz Mario Magalhães Sá também diz que as empresas sempre tiveram interesse em participar do certame, desde que ele apresentasse condições mínimas de “viabilidade”.

 

 

Diagnóstico mostra que 51% dos municípios operam transporte sem contrato

 

Poderão participar empresas nacionais e internacionais, de forma isolada ou em consórcios. Vencerá aquela que apresentar o menor preço. O terceiro edital foi dividido em seis lotes, com exploração do serviço por 20 anos. O contrato prevê a ampliação gradual de ar-condicionado na frota, para não pesar no preço da tarifa. No prazo máximo de 10 anos, 100% da frota terá ar-condicionado, sendo 25% já no primeiro ano, em todos os lotes das bacias.

 

(Fonte: Boa Informação)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!