Empresa que venceu licitação cobra pagamento da prefeitura

A empresa Ana Cardoso ME, de Santa Catarina, venceu, em agosto deste ano, a licitação para a construção de cerca de 500 rampas de acessibilidade na Capital, com um valor de R$ 329.998,00 para a realização das intervenções. O montante foi bem abaixo do teto definido pela prefeitura, de R$ 500.220,00. Até o momento, foram feitos 150 rebaixos, com custo de R$ 140 mil.

 

A continuidade das obras, entretanto, é incerta, pois a empresa enfrenta dificuldades financeiras devido ao atraso no pagamento das obras já feitas. Segundo Giovanni Luiz, proprietário da Ana Cardoso, a prefeitura pagou apenas uma parcela para a empresa, de cerca de R$ 40 mil, mas com 45 dias de atraso. A segunda parcela, de R$ 58 mil, deveria ter sido paga há mais de um mês.

 

“Nos disseram que pagariam o valor no dia 21 de dezembro. Como não foi feito, liguei para a Secretaria de Acessibilidade e Inclusão Social (Smacis) e me disseram que eles não têm previsão de pagamento, pois não há recursos. No dia 5 de janeiro, fecha dois meses que o valor deveria ter sido pago. Estou com o salário dos funcionários atrasados e não sei o que fazer. É uma empresa familiar que não pode arcar com os valores que não foram pagos”, afirma Luiz.

 

O proprietário diz que existem mais duas parcelas que completam os valores e que a prefeitura também não fixou um prazo. “Se tivéssemos feito o total de rampas, não sei como estaríamos. Só queremos o que a prefeitura nos deve, pois fizemos tudo que está no contrato”, ressalta.

 

A Smacis informou que os pagamentos são atribuição da Secretaria Municipal da Fazenda. A assessoria da pasta informou que os valores em atraso serão pagos no início de janeiro.

 

(Fonte: UOL)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!