Edital de licitação para requalificação da Lapa sai até sexta-feira

O edital de licitação para a requalificação da Estação da Lapa será publicado até o final desta semana, segundo informou o titular da Secretaria Municipal Urbanismo e Transporte, Fábio Mota. O documento vai apresentar as condições impostas pela prefeitura para a escolha do projeto de reestruturação do local, umas das estações mais movimentadas de Salvador.

 

 

“A situação na Lapa não condiz com a terceira maior capital do país”, assume Mota. A empresa vencedora do certame, entre outras condições, terá que investir R$ 13 milhões em melhorias, distribuídos em ações de reestruturação no terminal rodoviário e na área destinada ao minishopping, onde hoje funcionam os pequenos boxes.

 

Além da disponibilidade do recurso, entre outras exigências do município, o projeto deve prever a oferta de wifi aos usuários do terminal e climatização. “Nós fizemos um estudo apurado das necessidades da estação, que incluiu reparos na questão hidráulica, elétrica, e na própria estrutura do local. Vazamentos, a questão dos banheiros, tudo ficará sob responsabilidade da empresa vencedora da licitação, exceto a logística do transporte que fizemos questão de manter sob a gestão da prefeitura”, informou. Apenas empresas com experiência em operação e administração de estações poderão participar da disputa.

 

A empresa vencedora ficará responsável pela administração e manutenção do terminal rodoviário por 35 anos após a assinatura do contrato. Após este período, o espaço volta para o poder da prefeitura. “A prefeitura não gastará nada com a reforma da Lapa. Atualmente, R$ 300 mil são custeados por mês com a manutenção do local e ainda assim não fica nas condições necessárias para a população”, continuou.

 

Embora o projeto também seja de responsabilidade das concorrentes do edital, Mota garante que só um projeto completo e arrojado ganhará a disputa licitatória. Após a assinatura do contrato, a empresa responsável terá até um ano para finalizar a implementação total do projeto.

 

Outro ponto que também ficará sob responsabilidade da empresa vencedora diz respeito à segurança no local, segundo Mota, uma das principais queixas dos usuários do terminal e dos permissionários. As escadas rolantes que hoje também não funcionam também terão de ser substituídas. Até o tipo de material utilizado na reforma da estação passará sob o crivo municipal. A empresa vencedora da licitação deverá ser divulgada até meados de outubro e a assinatura do contrato se dá em até 45 dias após a publicação. Em contrapartida ao investimento em reformas e serviços, o administrador poderá explorar o espaço hoje destinado aos comerciantes do local.

 

 

Reforma da Lapa é uma das mais aguardadas pelos usuários
A reforma da Estação da Lapa é uma das intervenções mais aguardadas, não só pelos usuários do serviço, mas principalmente por aqueles que atuam no local desde a sua construção, na década de 80. O problema é que, com licitação de outorga onerosa, escolhida pela prefeitura para garantir as melhorias no local, a administração total do equipamento ficará a cargo da empresa vencedora.

 

O futuro dos comerciantes da região estará nas mãos da vencedora da licitação e esta é uma das preocupações dos permissionários do local.

 

(Fonte: Tribuna da Bahia)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!