Conselho aprova termos do Edital de Licitação do Transporte

O Conselho Municipal de Transportes aprovou por unanimidade nesta segunda-feira (20), as premissas que darão o subsídio para a elaboração do edital de licitação do transporte público coletivo de Maceió, previsto para ser publicado no próximo dia 27. Aspectos relevantes, como a Pesquisa de Origem e Destino realizada pelo Governo do Estado, e os principais pontos de que trata a licitação, foram discutidos pelos novos membros do Conselho, que tomaram posse na reunião da tarde desta segunda.

 

“Durante as audiências públicas realizadas ao longo destes dois anos, ouvimos as demandas da população e procuramos melhorar as condições do sistema, mesmo sem a ocorrência da licitação. Reforma de terminais, implantação da faixa exclusiva para ônibus, do aplicativo CittaMobi e aumento dos pontos de venda da bilhetagem eletrônica para mais de 90 locais em toda a cidade são alguns dos investimentos que já vêm beneficiando os usuários do sistema”, informa o superintendente da SMTT e presidente do Conselho, Tácio Melo.

 

De acordo com os termos definidos para o edital, as empresas interessadas em participar do certame deverão operar com ônibus novos e divididos em quatro lotes. A criação de novas linhas também é um dos aspectos previstos como forma de alcançar conjuntos habitacionais construídos ao longo dos anos e que ainda têm dificuldade de acesso ao transporte público.

 

“Para este problema, a SMTT implantará a integração temporal. Assim, durante o período de 1h30, o passageiro não precisará pagar mais de uma passagem para ir ao destino desejado”, afirmou o superintendente.

 

O edital prevê ainda: controle integral da bilhetagem eletrônica pela SMTT (hoje controlada pela Transpal); ônibus que contemplem acessibilidade através de espaço para cadeirantes e elevador; manutenção e recuperação dos terminais a cargo das empresas; prazo máximo da concessão por meio de maior valor de outorga e técnica até 15 anos; idade média da frota de até cinco anos e permanência do valor da tarifa de R$ 2,75.

 

“Desde o início da gestão, a Prefeitura de Maceió tem sinalizado o compromisso com a melhoria do sistema de transporte público, que há anos vinha sendo deixada de lado. Ao todo, 45% da população utilizam o ônibus como principal meio de locomoção na cidade e este número ainda poderia ser maior, caso o sistema oferecesse melhores condições. E isto é que estamos buscando oferecer. O edital que será publicado é fruto de uma série de debates com a participação da população e que a médio prazo já trará ainda mais benefícios”, explica Tácio Melo.

 

Após o lançamento do edital, as próximas etapas do processo de licitação do transporte público de Maceió serão o envio e análise das propostas das empresas, entre os meses de agosto e setembro, e a assinatura do novo contrato em outubro. As empresas contratadas deverão começar a operar em Maceió já em janeiro de 2016, com período adaptativo de seis meses.

 

Nicollas Albuquerque / Ascom SMTT
(Fonte: Maceio AL)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!