Concorrência de prontuário dobra de valor com novos prazos

Após a polêmica referente à compra do software da Saúde no ano passado, uma nova licitação foi lançada ontem para adquirir o sistema. O contrato atual está estimado em R$8.266.66,66, quase o dobro da concorrência anterior. No entanto, a prestação de serviços também será por um período maior: ao invés de um ano, a vencedora atuará por 30 meses para a implantação do programa e treinamento das equipes.

 

No ano passado, a Secretaria Municipal de Saúde abriu uma licitação que previa apenas a obtenção da licença para uso do software por 12 meses. A medida foi contestada porque o custo estava estimado em R$4,4 milhões e a equipe local perderia o direito de uso após o fim do contrato. Com isso, houve a revogação do processo licitatório.

 

Já o novo certame está sendo conduzido pela Codiub. O edital publicado ontem estabelece a aquisição de um sistema informatizado de gestão da Saúde Pública que permita a transferência da tecnologia para o município, após o encerramento do contrato. Além disso, o pacote inclui a instalação do software, manutenção e treinamento dos servidores da Codiub e das unidades de saúde para operar o programa. A disputa será aberta no dia 26 de agosto.

 

A expectativa da Codiub é homologar o resultado da licitação ainda este ano. Também conhecido como prontuário eletrônico, o novo sistema de gestão de saúde permitirá a integração on-line dos dados dos pacientes existentes nas unidades básicas, hospitais e UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento). Com isso será possível oferecer agilidade na prestação de serviços.

 

(Fonte: JM Online)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!