Complexo da Ilha do Príncipe: governo divulga resultado de licitação

Consórcio vai elaborar projeto para construção de estação do BRT e do novo Fórum de Vitória, na região da Vila Rubim

O Instituto de Obras Públicas do Espírito Santo (Iopes) divulgou, nesta terça-feira (20), o resultado da concorrência pública para a elaboração do projeto executivo de arquitetura e complementares de engenharia do Complexo de Ilha do Príncipe, no Centro de Vitória. No local, o governo pretende instalar uma estação do BRT – corredores exclusivos de ônibus – e o novo Fórum de Vitória. O valor da contratação pode chegar até R$ 8,4 milhões.

 

Segundo o aviso publicado no Diário Oficial do Estado, o consórcio Portal do Príncipe foi declarado como vencedor da licitação com uma pontuação de 96,57 como Valor para Efeito de Classificação (VEC). Ele foi o único participante da licitação aberta em dezembro do ano passado. O projeto do Complexo faz parte do plano de revitalização do Centro da Capital e do Projeto de Mobilidade Metropolitana, do governo estadual.

 

De acordo com informações do Iopes, o terreno que abrigará o complexo está situado em uma área delimitada pela Avenida Nair Azevedo Silva, Avenida Alexandre Buaiz e a Ponte Florentino Avidos (conhecido como a Ponte Seca. O projeto inicial prevê para o Fórum de Vitória a 28 mil metros quadrados de área construída em uma ou duas torres, para todas as suas dependências, mais 20 mil metros quadrados para estacionamento privativo.

 

Já o transporte público na região será integrado ao sistema da Grande Vitória com a implantação de um terminal para abrigar as linhas alimentadoras provenientes da região de Santo Antônio a Resistência e uma estação do BRT, unificando todo o sistema viário interno e adaptação ao sistema viário existente. Também está prevista a implantação de equipamentos de apoio e circulação de pedestres, além de estacionamentos públicos, para atender a demanda da região.

 

Para a concepção do novo projeto foi realizado um convênio entre o Poder Executivo estadual, Tribunal de Justiça e a Prefeitura de Vitória. A expectativa é de que as obras proporcionem uma significativa valorização imobiliária da região central, que se deteriorou nos últimos anos.

 

(Fonte: Seculo Diario)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!