Codau finaliza licitação da ETE Conquistinha

O resultado da licitação das obras de conclusão da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Conquistinha será publicado, hoje, no jornal oficial do município, Porta-Voz. O presidente do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba (Codau), Luiz Guaritá Neto, informou que foi homologado, ontem, o certame, no qual a empresa NWM Engenharia Eletrônica LTDA foi a vencedora, com a proposta de R$ 4,715 milhões, ou seja, 13,5% abaixo do valor estimado. “Agora, todo o processo de licitação do Codau será repassado para análise da Caixa Econômico Federal (CEF) e, após aprovação, estamos autorizados a emitir a ordem de serviço para que a vencedora inicie as obras de conclusão da ETE”, contou.

 

De acordo com informações recebidas do Codau, assim que for emitida a ordem de serviço, a NWM Engenharia terá um prazo de oito meses para entregar a ETE Conquistinha, o que inclui, neste tempo, o período de operação assistida. Conforme já foi dito pelo próprio presidente à reportagem do JORNAL DE UBERABA, essa obra foi suspensa quando 60% das estruturas físicas estavam concluídas e 55% dos equipamentos adquiridos. As alvenarias anteriores finalizadas incluem quatro lagoas aeradas facultativas, duas lagoas de mistura completa, dois reatores e uma lagoa de lodo, além do galpão de secagem do iodo. “A interrupção dos trabalhos dessa ETE, infelizmente, se deu por incapacidade financeira da empresa que ganhou a primeira licitação”, pontuou.

 

A previsão da autarquia é de que a ETE Conquistinha entre em funcionamento no segundo semestre de 2016. Além de realizar o período de operação assistida, a NWM terá que montar e revisar todos os equipamentos já adquiridos, instalar outros, complementar as construções e instalar todo o projeto elétrico. Segundo Luiz Guaritá Neto, o projeto terá a mesma tecnologia da ETE Rio Uberaba e, como já temos o know-how da primeira, com certeza, alcançaremos a eficiência de tratamento desta em pouco tempo “A Estação Rio Uberaba, hoje, consegue reduzir em mais de 90% os poluentes do esgoto e devolver uma água limpa para o rio Uberaba. A nossa expectativa é esta, despoluir toda a bacia do Conquistinha e fazer com que Uberaba seja um modelo para o restante do país em termos de preservação de seus mananciais”, finalizou. (LR)

 

(Fonte: Jornal de Uberaba)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!