Codau autoriza obra do 1º de quatro reservatórios até 2016

Com quatro novos reservatórios, o Codau planeja aumentar em 40% a capacidade de armazenamento de água em Uberaba até 2016. A construção do primeiro reservatório no bairro Amoroso Costa foi autorizada ontem e a previsão é concluir a obra até o fim deste ano.

 

De acordo com o presidente do Codau, Luiz Guaritá Neto, a obra consiste na ampliação do centro de reservação existente na região leste, que atende 40 bairros da cidade, inclusive o grande Boa Vista. “Esta área conta com um castelo elevado, mas ainda é um ponto crítico no sistema de distribuição. Por isso, vamos construir um reservatório cilíndrico com capacidade de 5,5 milhões de litros de água para resolver o gargalo”, pondera.

 

O investimento será de R$2,156 milhões, com recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). A empresa vencedora da licitação é a Engecald Montagem e Manutenção Industrial, de Uberaba, que terá um prazo de seis meses para executar a obra.

 

Um reservatório com a mesma capacidade também será construído para reforçar o abastecimento na região do Grande Abadia. Segundo Guaritá, a ordem de serviço deverá ser assinada ainda este mês.

 

Já os outros dois são projetos maiores, com capacidade para sete milhões de litros de água. O Codau aguarda autorização da Caixa Econômica para dar início à licitação dos reservatórios que vão atender à região noroeste da cidade, onde vários problemas de falta de água foram registrados desde 2012. Ao todo, R$6,5 milhões foram repassados ao município para custear a construção de um centro de reservação no Jardim Copacabana e outro no Jardim Metrópole.

 

O presidente do Codau não tem ainda previsão para a implantação dos projetos focados na área noroeste da cidade. No entanto, Guaritá pondera que a meta é entregar os novos reservatórios nos próximos dois anos e aumentar em 40% a capacidade de armazenamento. Hoje a rede comporta até 55 milhões de litros de água.

 

Transposição. Também ontem foi assinada a ordem de serviço para o início da implantação da adutora permanente do rio Claro. O projeto é substituir e modernizar o atual sistema, hoje montado temporariamente apenas no período de seca. No total serão investidos R$28,8 milhões para implantar os 35 quilômetros de tubulação para trazer a água do rio Claro diretamente para o rio Uberaba. A empresa vencedora da licitação terá prazo de 24 meses para executar o serviço.

 

(Fonte: JM Online)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!